Em comum acordo, Maurício Ramos rescinde contrato e deixa o Vitória

O motivo para a rescisão é o alto salário do jogador

Foto: Letícia Martins/EC Vitória

Na noite desta segunda-feira, o Esporte Clube Vitória acertou  a rescisão contratual do zagueiro Maurício Ramos, de 35 anos, que desembarcou no clube no início de 2020 e disputou 31 partidas com a camisa rubro-negra. O desligamento foi feito em comum acordo, e segundo informação do Bahia Notícias, o motivo é o alto salário do jogador. O experiente defensor até tinha aceitado reduzir os vencimentos, no entanto, recebeu propostas de outras equipes e decidiu pela saída de forma amigável. No atual elenco, o técnico Rodrigo Chagas conta com Wallace, João Victor, Carlos e Mateus Moraes para a posição.

 

Natural de Piracicaba, Maurício Donizete Ramos Júnior, de 35 anos, começou nas divisões de base do Iraty, mas se profissionalizou no São Caetano, onde atuou entre os anos de 2006 e 2007. Acumula passagens também pelo Coritiba, onde se destacou em 2008 chamando a atenção do Palmeiras que contratou o defensor. No Verdão, ficou cinco anos, atuando em 187 jogos e marcando 8 gols. Deixou o clube paulista em 2013 para atuar no futebol dos Emirados Árabes, vestindo a camisa do Al Sharjah. Defendeu ainda Caykur Rizespor e Adanaspor, da Turquia, além do Al-Sailiya, do Catar. Retornou ao Brasil no segundo semestre de 2019 para jogar na Chapecoense. No time catarinense, fez 17 partidas e anotou um gol. Foi contratado pelo Vitória no início de 2020 e disputou 31 jogos.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*