Dirigente do Sport questiona acontecimentos no Adauto Moraes; Presidente da Juazeirense rebate

"Estamos incrédulos com tudo que está acontecendo", disparou.

Nesta quarta-feira, o Sport acabou sendo eliminado da Copa do Brasil para a Juazeirense, ao perder por 3 a 2, no Estádio Adauto Moraes, mas o que revoltou o time pernambucano não foi apenas a derrota, mas os acontecimentos durante a partida que acabou encerrada sem terminar por conta de um apagão, e recheada de polêmicas, com sistema de irrigação acionado duas vezes, ambulância, sumiço de gandulas, discussão da delegação rubro-negra com vizinhos. O gerente de futebol do Leão, Augusto Caldas, atacou os dirigentes da Juazeirense pelo que presenciou na noite desta quarta-feira.

 

“Estamos incrédulos com tudo que está acontecendo. A partir do momento que a Juazeirense virou o jogo, começou água no campo, depois jogador teve choque no alto, a ambulância entrou de forma completamente louca. Depois começou a apagar a luz. Isso não é futebol. É uma apelação. Como pode a Juazeirense usar isso para ganhar jogo? Isso é absurdo. Rodrigo Calaça conversou com meu treinador e disse: ‘Me desculpa, nós não compartilhamos disso, isso é coisa do diretor e do presidente’. Futebol não precisa disso. Ficamos estarrecidos como isso está acontecendo”.

O presidente da Juazeirense, Roberto Carlos, rebateu os questionamentos do dirigente do Sport. “Infelizmente, o diretor do Sport disse uma inverdade. Infelizmente, o estádio teve alguns problemas de energia contra o Vasco, nós perdendo o jogo e deu essa paralisação. Eu pedi aos técnicos da prefeitura, vieram todos, tentaram consertar, consertaram a parte elétrica do estádio. Mas infelizmente a informação é que um dos geradores, inclusive na parte do meu goleiro, teve uma entrada de ar e não conseguiria voltar. Autorizei meu time a voltar da forma que está, conversei com meu goleiro Rodrigo Calaça e disse que deve autorizar. Com ou sem energia nós vamos ganhar do Sport. Não adianta o Sport apelar.”

 

Comentários:

2 Comentário

  1. Torcedor baiano tem nada que defender Popoti, perdeu e acabou, ano passado o Vasco foi ajudado pelo juiz para tirar a Juazerense, quantas vezes a Federação Pernambucana influenciou em resultados contra time baiano? Quantos juizes safados em Pernambuco já prejudicou nossos times? Não vi nada demais, pois não é só aqui que os refletores apagam, como também já casos em outros lugares que o irrigador funcionou com jogo em pleno andamento, além do que é praxes de gandulas atrasar jogo quando seus respectivos times estão ganhando, isso não é só aqui não, perdeu e pronto, 3ª desclassificação consecutiva na primeira fase para times considerados inferiores, chora Popoti

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*