Após goleada, Gilberto pede pés no chão e já pensa no clássico Ba-Vi

"já temos um jogo muito difícil no sábado. A gente não pode deixar subir à cabeça", disse.

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O Esporte Clube Bahia simplesmente atropelou o Campinense, pelo placar de 7 a 1, no Estádio Amigão, em Campina Grande, pela 1ª fase da Copa do Brasil. Cadu fez para a equipe paraibana, enquanto Rossi (3x), Kemerson (contra), Juninho Capixaba (2x) e Gilberto marcaram os gols do tricolor. Gilberto ainda desperdiçou um pênalti quando o Esquadrão vencia por 2 a 1. Após a partida, o atacante Gilberto celebrou o resultado elástico e destacou a entrega do grupo para virar a partida.

 

“A gente sai com a cabeça erguida. Um placar elástico, Rossi muito bem, meteu três. Juninho Capixaba entrou e meteu dois. Acabei fazendo um ali, o juiz ainda está decidindo se vai me dar o segundo, por conta que bateu no zagueiro e entrou. O gol foi meu, mas ele que sabe. Fico feliz pela entrega. A entrega foi boa, suficiente para fazermos um excelente placar e ficar fortalecidos ainda mais”, completou.

O próximo compromisso do Bahia é no sábado (13), às 16h, contra o Vitória, no Estádio Manoel Barradas, pela 3ª rodada da Copa do Nordeste. O camisa 9 pede os pés no chão e projeta um confronto difícil contra o Leão.

“É um resultado importante. No ano passado, tivemos um retrocesso. Mas a gente cresce nos momentos difíceis e crescemos. Conseguimos um triunfo excelente hoje, mas já temos um jogo muito difícil no sábado. A gente não pode deixar subir à cabeça. A gente errou muito no primeiro tempo e sabemos disso. Então, temos que acertar os pontos, porque um clássico é sempre difícil”, disse.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*