Estreia de treinador é a novidade do Santa Cruz contra o Vitória na Copa do Nordeste

Grafite pode assumir posto no Santa Cruz

A Copa do Nordeste terá inicio neste sábado com a realização de três jogos, destaque para o duelo entre Vitória, o maior campeão do torneio e o Santa Cruz que se enfrentam às 16h no Estádio Manoel Barradas Carneiro. Antes da estreia, o time pernambucano encara outro vitória, agora o Vitória das Tabocas nesta quarta-feira, às 21h30 pela primeira rodada do Campeonato Estadual. O Santa Cruz obteve a vaga para a competição na fase seletiva eliminando o Itabaiana após empatar em 2 x 2 em Sergipe e vencer no Estádio do Arruda em Recife pelo placar de 2 x 0 e corre atrás da conquista do bicampeonato após levantar o caneco em 2016.

 

A novidade do Santa Cruz é a estreia do técnico João Brigatti que assume o posto de Marcelo Martelotte. O treinador tem passagem por Paysandu, Sampaio Corrêa e Ponte Preta. Outra novidade no time pernambucano pode ser a chegada do ex-jogador Grafite está perto de sacramentar mais um retorno de ao Arruda. Dessa vez, porém, o ex-atacante não terá a bola no pé e, sim, os bastidores do Santa Cruz em sua frente. Atualmente comentarista no Grupo Globo, o ídolo tricolor foi convidado para trabalhar na gestão com contrato assinado e na área onde desejar e o clube aguarda a definição.

Dentro de campo o Santa Cruz só anunciou a contratação do goleiro Filipe Silva, de 23 anos, do ex-Red Bull Brasil. O vínculo encerra no final das competições regionais (Copa do Nordeste e Pernambucano), com a opção de extensão do prazo.

“Vim para o Santa Cruz para fazer uma história linda, como já passaram outros grandes goleiros aqui. Tenho boas referências, do Jordan, que eu já conheço, do Luiz Fernando, que acabou de sair, nós trabalhamos juntos no Red Bull (Brasil). Todos falaram coisas boas do clube e espero fazer uma linda história aqui”, declarou o goleiro em entrevista ao site oficial do time pernambucano

Filipe foi formado pelo Red Bull Brasil e, daí em diante, construiu a carreira em times paulistas, como São José dos Campos, Santos (sub-23) e União Beltrão. No Osasco, seu último clube, atuou em duas partidas. Ele não entra em campo desde novembro passado. O arqueiro ainda acumula uma passagem no Paraná, em 2019, onde não jogou.

O novo reforço coral dá um novo fôlego à posição após as saídas de Luiz Fernando e Maycon Cleiton e disputará a titularidade com Jordan e Jaime, ambos jovens provenientes dos times sub-23 e sub-20, respectivamente.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*