CBF admite que árbitro errou ao não expulsar Gregore por falta em Benítez

Vasco da Gama entrou com uma representação junto à Confederação Brasileira de Futebol

Após o empate em 0 a 0 no último domingo, no Estádio de São Januário, o Vasco da Gama entrou com uma representação junto à Confederação Brasileira de Futebol alegando ter sido prejudicado em três lances. Um deles é a não expulsão do volante Gregore por falta dura no meia Benítez. De acordo com informação do Globo Esporte, a CBF reconheceu que o árbitro Wilton Pereira Sampaio errou e deveria ter expulsado o jogador do Esquadrão, que no lance, atinge a coxa do argentino.

 

Na visão do Vasco, o lance de Gregore e Ramírez foi semelhante à falta de Castán no goleiro Douglas, que resultou no cartão vermelho do capitão vascaíno. Porém, vale destacar que o arqueiro tricolor foi substituído imediatamente e levou cinco pontos no rosto, ficando de fora da partida contra o Fluminense, ontem, na Arena Fonte Nova.

Ainda segundo o portal, a CBF aceitou agendar uma reunião com representantes do Vasco para discutir os erros de arbitragem. A entidade também enviará as imagens e áudios do VAR solicitados pelo clube.

Em relação aos outros dois lances protestados, a CBF considerou inconclusiva a reclamação a respeito de uma eventual falta de Douglas em Léo Matos, dentro da área. O árbitro alega que a bola já havia ultrapassado a linha de fundo. Quanto ao terceiro lance protestado, em que o Vasco contesta o fato de Juninho Capixaba não ter sido expulso por calçar Marcelo Alves, a CBF entende que a arbitragem acertou.

Comentários:

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*