O torcedor já não suporta mais tamanha APATIA do time do Bahia!

"Queremos ALMA, queremos mais bola dividida, mais entrega, mais competitividade"

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

2021, 90 anos do Esporte Clube Bahia, novo ano e como em qualquer início de ano, a torcida e qualquer cidadão normal deseja ventura, bons  frutos e a felicidade, para si. Enquanto torcedor, já escrevi nesse Blog, extremamente democrático e aberto as nossas opiniões, análises, broncas e elogios, em algumas oportunidades e como otimista que sou, jamais pensei que iria entrar o ano 2021 com meu time nessa situação. Num ano em que 14 milhões de brasileiros terminaram desempregados, lutando por um salário mínimo, vemos em contrapartida, atletas com remunerações exorbitantes, sendo pagos em dias, simplesmente fazendo um verdadeiro escárnio com uma nação gigantesca sem o menor pudor e muito menos vergonha de prestar um serviço de baixíssima qualidade.

 

Talvez o staff desses atletas que vestem a camisa do Bahia hoje, não enxerguem que esses caras, que não parecem ser atletas profissionais, os representam, são seus “produtos” e que esse baixo desempenho dos mesmos não os levarão a lugar nenhum. Quando ouço o hino do clube, me encho de emoção, me arrepio, pois aquelas palavras fazem meu coração bater mais forte, mas infelizmente, o Bahia trouxe uma horda de derrotados para achincalhar um manto sagrado e uma nação que merece ser minimamente respeitada.

Antes, os clubes dispensavam jogadores por DEFICIÊNCIA TÉCNICA, mas, além dessa deficiência há uma pior: DEFICIÊNCIA MORAL. Falta vergonha na cara desses perdedores, que não sabem a dificuldade que é hoje ir num mercado ou à rua e ouvir alhos e bugalhos por conta da incompetência de quem veste hoje a camisa do Esquadrão, sem o menor merecimento. A camisa de um clube bi brasileiro e maior representante da região Nordeste do país.

A verdade é que, mudar é preciso e tirar quem não tem compromisso imprescindível. Mostrar a esses caras que eles não servem e que estão REPROVADOS. Pior defesa do campeonato, todos reprovados. Mudem as peças, pois, pior do que está não vai ficar e qualquer erro daqui pra frente, será apenas consequências de todos os erros que já estão aí e não culpa de quem vier a entrar.

Queremos ALMA, queremos mais que 10 minutos intensos por jogo, queremos mais bola dividida, mais entrega, mais competitividade, mais união, mais ajuda com seu companheiro. Meu caro DADO CAVALCANTI, não peque pela omissão e tenha coragem de mudar esse time APÁTICO, de verdade, tire os podres, nem os relacionem, sua cabeça também esta a prêmio e sua competência está posta à prova também. Se tem o mínimo de bom senso, faça algo de verdade, a torcida já mostrou quem não rende, retire os do time.

Diego Campos, torcedor do Bahia e colaborador do Futebol Bahiano. 

Comentários:

4 Comentário

  1. Na minha humilde opinião como torcedor e ex sócio. Eu não acredito mais nesses mercenários. Nesse presidente modinha que não entende porra de nada de futebol. Enquanto muitos ainda se ilude com esse time fracassado. Eu particularmente já joguei a toalha. Não por covardia, mais sim porquê isso envolve meu estado emocional e saúde

  2. A apatia não é só do time. É do clube todo. A figura do presidente é a própria apatia, o que contamina técnicos, dirigentes e jogadores. Uma decepção.

  3. O que me impressiona nisso tudo é como imprensa, torcedores, e até o PaPa enxerga isso, menos o presidente e os técnicos que passam pelo Bahia, porque não é possível que um técnico chegue e não bata na mesa e diga aos jogadores que numa partida de futebol não é proibido dar carrinho, não é proibido reclamar não é proibido ter raça, ter sangue nos olhos e demonstrar isso em campo, ficam todos passíveis, e quem espera uma mudança esqueça isso, pois Dado no último jogo repetiu o que os anteriores fizeram, colocou Clayson em campo, sabendo que a torcida quer ver esse projeto de jogador lá na faixa de Gaza pra ser detonado, infelizmente sofreremos como sempre, já vejo a série B a frente.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*