Náutico, adversário do Vitória, venceu 2 dos 10 jogos atuando em casa

Mesmo que vença o Vitória, segue na Z4 da Série B

O tradicional Náutico nunca foi listados entre aqueles postulantes ao acesso, no entanto, não se desconfiava que o que o clube poderia retornar para o Brasileiro da Série D de onde veio junto com o Sampaio Corrêa no passado. O Timbu tem 20 pontos e é o 17º colocado da competição, a cinco pontos do primeiro time fora do Z4, justamente o Esporte Clube Vitória na próxima quarta-feira dando seqüência na 23ª rodada que será nesta segunda-feira com dois jogos.

Mesmo que ganhe do Vitória na noite de quarta-feira (25), no estádio dos Aflitos, o Náutico ainda vai seguir na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B. O time de fato faz uma campanha de rebaixamento e a experiência da contratação do técnico Gilson Kleina foi um autentico fracasso. Em 22 jogos realizados, o time pernambucano perdeu DEZ, sendo que nas últimas seis partidas perdeu 4 e empatou duas, ambas dentro do Estádios do Aflitos onde encara o Leão. No total em casa foram 10 jogos, apenas duas vitórias, duas derrotas ( Ponte Preta e Confiança) e seis empates.

O time estreou na última rodada o veterano técnico Hélio dos Anjos na derrota para o CRB no Estádio Rei Pelé e logo após o jogo, o treinador garantiu já deu para identificar alguns dos erros cometidos pela equipe.

“Não gostei do setor de força do meio campo, porque acho que é um setor que podemos e temos que melhorar. Me preocupa a inversão de jogadas do lado direito para o lado esquerdo da nossa defesa. A fragilidade no momento de ajuste na região central de campo acabou expondo um zagueiro nosso que teve que sair e não conseguiu recompor para área. No segundo tempo ainda ficamos sem mobilidade nas beiradas e dos jogadores que chegam de trás”, avaliou Hélio dos Anjos.

“Teve alguma coisa positiva. Para um jogo fora de casa, fizemos um primeiro tempo com uma circulação de bola boa, mesmo com pouca agressividade. A circulação e a posse de bola dentro da área do adversário eu gostei, e também da marcação-pressão na saída de bola deles no primeiro tempo. Não treinamos totalmente isso, mas mostramos em vídeo e na parte teórica. Eu gostei. Nos dá confiança de melhorar na partida contra o Vitória.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*