Carleto se despede do Vitória nas redes sociais: “Foi uma decisão difícil”

"A gente sabe que encerra esse ciclo com o dever cumprido", disse

Foto: Pietro Carpi / ECVitória

Nesta segunda-feira, foi publicada no Boletim Informativo Diario (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a rescisão de contrato do lateral-esquerdo Thiago Carleto, que ano passado e nos primeiros meses desse ano era tratado como intocável no time e um dos principais destaques, porém, caiu muito de produção e se tornou carta fora do baralho, sendo afastado do clube e rompendo seu vínculo. Através das redes sociais, Carleto publicou uma mensagem para se despedir da torcida e do Vitória. Por meio de um vídeo gravado e veiculado no Instagram, o jogador agradeceu pelo período em que vestiu a camisa rubro-negra e afirmou que foi uma decisão difícil.

 

“Estou passando aqui para agradecer do fundo do meu coração esse ano que tive no Vitória. Agradecer a torcida, a tia da cozinha, roupeiro, ao segurança, a todos os funcionários. Agradecimento especial ao presidente, Paulo Carneiro, e ao Alarcon, diretor, por tudo que fizeram por mim, por terem me respeitado até o final”, disse.

“Foi uma decisão difícil. A gente sabe que encerra esse ciclo com o dever cumprido. Eu, particularmente, me sinto lisonjeado de ter vestido a camisa do Vitória. Passar para vocês meu muito obrigado, do fundo do meu coração. Eu e minha família agradecemos o apoio e carinho que recebemos nesse ano que tivemos no Vitória”, completou o lateral.

Natural de São Bernardo do Campo (SP), Thiago Carleto acumula no seu currículo passagens por clubes de fora do país, como Valencia e Elche da Espanha, Olímpia do Paraguai, Arouca de Portugal e Al Ittihad FC da Arábia Saudita. Revelado no Santos, ele também defendeu no futebol brasileiro clubes como São Paulo, América-MG, Fluminense, Ponte Preta, Avaí, Botafogo, XV de Piracicaba, Linense, Coritiba, Athletico-PR e o Ceará onde atuou apenas 12 jogos no ano passado, marcando dois gols, antes de desembarcar em Salvador para reforçar o Vitória.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*