“Nós presenteamos o Bahia”, diz Sampaoli após derrota do Atlético-MG

"Não havia nenhuma possibilidade que o Atlético perdesse esse jogo", disse

Foto: Flickr Atlético-MG

O técnico Jorge Sampaoli deixou o Estádio Metropolitano de Pituaçu lamentando muito a derrota do Atlético Mineiro, que criou e desperdiçou inúmeras chances de matar o jogo, porém, acabou vendo o Esporte Clube Bahia crescer de produção no segundo tempo e vencer pelo placar de 3 a 1, em jogo de complemento da 17ª rodada. Com o resultado, o Esquadrão subiu para o 12º lugar com 19 pontos e retirou o Galo da liderança. Em entrevista após o jogo, o treinador argentino disse que o Atlético-MG presentou o Bahia com os 3 pontos. Sampaoli frisou que a partida estava totalmente controlada, com muita superioridade do time mineiro, e não consegue explicar a derrota para o Esquadrão da forma como aconteceu.

 

“Creio que nós presenteamos o rival. Não havia nenhuma possibilidade que o Atlético perdesse esse jogo. Lamentavelmente, presenteamos com ações demasiadamente grosseiras. A explicação da partida não tem a ver com o que fez o rival, mas sim com o que nós fizemos. Uma partida totalmente controlada, cheia de superioridade, e pouca eficácia nas áreas. Foi um jogo difícil de explicar, porque o rival chegou pela primeira vez ao nosso gol aos 25 minutos do segundo tempo. Nós não conseguimos aproveitar nem na aproximação e nem na contundência. Isso nos custou a partida. Na realidade, foi muito ataque para tão pouca contundência”

Jorge Sampaoli seguiu lamentando a falta de competência nas finalizações. “Realmente me custa explicar essa derrota. É terrível, porque houve fragilidade nas áreas. Uma partida que dominamos com muita amplitude. Me custa explicar um pouco o que passou, se é por algum caso pontual. Me parece que gerar tantas chances como visitante e (os jogadores) não serem tão concretos nos fez perder uma partida com a facilidade que perdemos. Me pareceu muito estranho.”

Questionado sobre um possível pênalti de Lucas Fonseca em Keno, o argentino não quis comentar: “Este (arbitragem) é um tema que não compete a mim. Tenho coisas demais com meu time.”, disse.

Deixe seu comentário

5 Comentário

  1. galera para de ilusão, bahia fez um primeiro tempo horrivel . nem engrenou uma sequencia de bons jogos e futebol aguerrrido , já acham que o Bahia é melhor acorda, sou bahia e não me iludo time caro que briga para não cair.

  2. Olá boa tarde!
    Sou atleticano, mas esse time é limitado, o Sampaoli, trocou o Rafael, por vaidade.
    Aí vai pagar caro, pois está disputando somente o brasileiro e se quer vai ficar em 6 lugar…

  3. Um “possível” penalty. Só rindo da imprensa do sul sudeste. Contra o Goiás, não foi nem possível, foi penalty mesmo, a mesma coisa contra o Corinthians. Lamentar faz parte do jogo.Não foram eficientes, ontem, pelo menos, fomos. Contra o Goiás foi um caminhão de gols perdidos. Portanto…

  4. ele ta é com dor de cutuvelo,pois achava que ganharia facil e não aconteceu.Nos só queremos um bahia aguerrido,com vontade de ganhar.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*