Enderson diz que Mano Menezes faltou com o respeito depois do jogo

“Não dou liberdade para ele fazer esse tipo de comentário", disse

Goiás e Bahia fizeram um primeiro tempo daqueles ao estilo sonolento num típico jogo de dois clubes que brigam na parte baixa da tabela. No segundo tempo, o jogo ganhou nova dinâmica com a marcação de dois gols, no entanto, foi no final partida que a grande movimentação começou, porém, com reclamações acertadas acerca da arbitragem que deu cartão amarelo indistintamente, além de expulsão de jogadores e os dois técnico. O presidente do Bahia, soltou o verbo, o técnico Mano Menezes manteve a mesma  linha, já o técnico Anderson Moreira optou por reclamar  do técnico do Bahia que segundo ele, foi desrespeitoso.

 

O treinador já havia sido expulso da área técnica aos 44 da etapa final. Após o fim do jogo os dois treinadores discutiram, o que também rendeu um cartão vermelho para o comandante do Bahia.

Segundo Enderson Moreira, o técnico do Bahia passou por ele e disse: ‘jogastes com 12 hoje hein professor, jogaste com 12’. 

Aborrecido o técnico do Goiás, disse que a atitude do técnico do Bahia é de uma falta de respeito absurda. “Não dou liberdade para ele fazer esse tipo de comentário. Se ele tem algum tipo de reclamação a fazer com a arbitragem que o faça diretamente para aqueles que são de direito, para poderem responder essas indagações dele”.

“Ele tem outros processos, que não me coloque nesse meio, porque eu preciso, mereço e trabalho acima de tudo para poder ter esse respeito. Jogamos com 11, nos dedicamos, trabalhamos, fizemos coisas boas e ele não pode tirar o nosso mérito. Ele não pode transferir a atuação da equipe deles para uma situação de arbitragem, uma reclamação, ele tem que avaliar também os seus processos e acima de tudo a forma de se dirigir aos outros profissionais”, afirmou.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*