Bahia perde atacantes e Mano para o jogo contra o líder Atlético-MG

Mano Menezes foi expulso após o apito final da partida

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Em jogo tenso e sofrível, com muitas expulsões, o Esporte Clube Bahia arrancou um empate em 1 a 1 com o Goiás na noite desta sexta-feira (16), no Estádio Hailé Pinheiro, em Goiânia, pela 16ª rodada do Brasileirão. Vinícius fez para o time goiano, mas Fessin empatou para a equipe baiana aos 49 minutos do segundo tempo. Com o resultado, o Tricolor contabiliza 16 pontos e ocupa a 16ª colocação. Já o Esmeraldino segue na lanterna com 10 pontos. Após a sequência de dois jogos fora de casa, perdendo para o Fluminense e empatando com o Goiás, o Tricolor volta a jogar em Salvador na 17ª rodada. Na próxima segunda-feira (19), às 20h, enfrenta o líder Atlético Mineiro, no Estádio de Pituaçu.

 

Para a partida contra o Galo, o Bahia não poderá contar com os atacantes Rossi e Élber, ambos expulsos no jogo desta sexta-feira. Rossi levou o segundo amarelo e foi expulso aos 30 minutos, após ser substituído por Fessin, depois de chutar um vaso de água na saída de campo. Élber, por sua vez, foi advertido com o cartão vermelho direto aos 34 minutos do segundo tempo, após ofender o árbitro, deixando o Bahia com 10 jogadores em campo.

Além da dupla, o Mano Menezes não poderá comandar a equipe na partida contra o Atlético-MG. O treinador também foi expulso após a partida por ter reclamado com o árbitro. O auxiliar Sidnei Lobo também foi para o chuveiro mais cedo, enquanto pelo lado goiano, Enderson Moreira tomou o vermelho.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*