Pênaltis deram dois triunfos ao Bahia em cima do Grêmio no ano passado

O Campeonato Brasileiro da Série A, visando recuperar o longo atraso em decorrência do ainda ativo coronavírus não para e terá sequência na quarta-feira com seis jogos, abrindo a 9ª rodada que será concluída na quinta-feira, data que o Esporte Clube Bahia enfrenta o Grêmio de Porto Alegre, após empatar com o também gaúcho Internacional pelo placar de 2 x 2, no Beira-Rio, estádio que o time colorado tinha 100% de aproveitamento. Apesar de certo descrédito pela feia derrota para o Flamengo e a ausência de um técnico de oficio no banco de reservas, o placar entrou na lista dos bons resultados, especialmente considerando que levou um gol de pênalti discutível e também pelo fato que o no passado, o tricolor foi vencido pelo mesmo adversário em ambos os turnos e o que é pior, levando seis gols na somatória dos confrontos.

 

Curiosamente acontece justamente ao contrário quando o adversário é Grêmio do técnico Renato Portaluppi, que, aliás, na atual edição do Brasileiro não vêm fazendo jus o status de grande clube do futebol nacional e que de imortal nada tem. Com apenas 5 gols marcados, o Grêmio tem  o 2º pior ataque do Campeonato Brasileiro de 2020 à frente apenas do Coritiba, que marcou 4 gols. O tricolor gaúcho venceu o Fluminense na estreia e parou por aí. Na continuidade amargou uma sequência de empates e uma derrota inesperada para o Sport-PE que agora deixou a condição do pior, para assumir o posto do melhor do Nordeste após vencer o Goiás, somar 10 pontos e ocupar a nona posição dentro do conhecido dinamismo do futebol.

Se no ano passado, o Bahia amargou duas derrotas para o Internacional, venceu o Grêmio na mesma proporção neste mesmo período. O primeiro triunfo aconteceu ainda 7ª rodada com um gol do atacante Fernandão que acabou de deixar o clube o tricolor, batendo e convertendo penalidade aos 9 minutos do segundo tempo. O atacante Fernandão na época quebrava um jejum de sete jogos sem balançar as redes. Com o triunfo, o Bahia subia para a terceira colocação, posição que mais tarde não veio sustentar.

No segundo jogo, agora lá, nova vitória e novamente com gol de pênaltis marcado já no finalzinho de jogo quando Antônio que entrou no lugar de Guerra foi derrubado dentro da área gremista aos 41 minutos. O árbitro recorreu ao VAR e assinalou o pênalti depois de analisar as imagens. Arthur Caíke, hoje atuando o Brasileiro da Série B pelo Cruzeiro marcou e decretou o segundo triunfo do Bahia diante dos gremistas em jogo válido pela 26ª rodada com o Bahia desembarcando em Salvador um dia depois ocupando a sétima colocação com 41 pontos.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*