Mano avalia queda de produção de Rodriguinho nos últimos jogos

"A sucessão de jogos certamente atrapalhou muito a antiga comissão"

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Mesmo com a má fase do Esporte Clube Bahia, o meia Rodriguinho vinha sendo uma peça importante na criação de jogadas, com assistências e também marcando gols, diga-se, o camisa 10 é o artilheiro do time no Campeonato Brasileiro com 3 gols, contra Coritiba, Flamengo e Internacional. Porém, nos últimos jogos, o meia teve uma visível queda de rendimento, passando em branco. No último sábado, o Esquadrão perdeu para o Athletico-PR, por 1 a 0, na Arena da Baixada, e Rodriguinho novamente teve uma atuação abaixo da média. Em entrevista, o técnico Mano Menezes avaliou a situação e acredita que a sucessão de jogos atrapalhou muito a antiga comissão, em relação a trabalho de força e potência.

 

“O futebol tem sua realidade. Quando você tem mais posse de bola, como tivemos contra o Corinthians, Rodriguinho vai estar próximo do gol. Quando não temos, precisamos retomar. Ou então marcamos alto e muitas vezes conseguimos fazer isso, ou muitas vezes o adversário tem mérito também e te empurra um pouco mais para trás e aí está a dificuldade de um jogador que não se caracteriza pela força física, de carregar a bola e transpor o adversário”, falou o treinador do Esquadrão.

“Então, primeiro vamos trabalhar para que essa força volte um pouco. A sucessão de jogos certamente atrapalhou muito a antiga comissão, em relação a trabalho de força e potência. Agora nós estamos em condições de fazer trabalhos para colocar o jogador em condição melhor individual para que eles possam entregar mais, tanto dentro da parte técnica, como da parte física dentro de campo. Rodriguinho está nesse meio”, finalizou.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*