Jacuipense segura o Treze, arranca empate e entra no G4 do Brasileiro da Série C

Jacuipense ainda tem um jogo a menos no Brasileiro da Série C

A sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série C foi aberta neste sábado com a Jacuipense, único representante do futebol baiano em ação. O time baiano na rodada anterior perdeu uma ótima oportunidade de acessar o G4, no entanto, atuando no Estádio Metropolitano de Pituaçu ficou no empate em 0 x 0 contra o vice-líder Ferroviário do Ceará pelo Grupo A que tem o Santa Cruz como líder. Neste sábado, o confronto foi Estádio Governador Ernani Sátyro, em Campina Grande da Paraíba, enfrentando o Treze, que entrou em campo ainda buscando seu primeiro triunfo depois de realizada seis rodadas ocupando a vice-lanterna com apenas dois pontos.

 

Quando a bola rolou, o time baiano não decepcionou. Não fez uma grande partida, é verdade, porém, jogou o suficiente para manter o jogo sob controle e arrancar um ponto importantíssimo para o projeto de classificação ao empatar em 0 x 0 com os paraibanos. Com o resultado, a Jacuipense aumenta para o cinco o número de jogos sem perder com três empates e duas vitórias, contabiliza nove pontos e assume a quarta posição, com a mesma pontuação do Vila Nova, contudo na frente quando aplicado o critério desempate do saldo de gols. Vale lembrar que o Vila Nova enfrenta o lanterna Imperatriz no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia na próxima segunda-feira com possibilidades reais de recuperar a posição com um simples empate.

Na continuidade da competição, a Jacuipense terá pela frente o Santa Cruz atual líder do Grupo A. O jogo acontece segunda-feira (28) às 20h no Estádio José do Rego Maciel em Recife, já o Treze ainda buscando seu primeiro triunfo agora enfrenta o Vila Nova fora de casa.

Depois de uma sequência de oito anos a CBF mudou parte do formato da disputa do Brasileiro da Série C que foi mantido com 20 times. No entanto, a partir da desde ano os times não vão mais disputar o acesso para a Série B por meio de mata-mata, mas sim de dois quadrangulares.

Até o ano passado, os times eram divididos em dois grupos de dez, dali, os oito classificados – os quatro melhores de cada – disputavam um mata-mata. Agora, ao invés disso, os oito classificados serão novamente divididos em grupos, para a disputa de dois quadrangulares. O melhor de cada quadrangular segue para a final e os segundos colocados sobem para a Série B, junto com os finalistas. Assim, o único mata-mata a ser disputado será para definir o campeão. Os dois últimos colocados de cada grupo descem para a Série D

O Jacuipense, comandado por Jonilson Veloso, enfrentou o Treze com: Jordan, Lucas, Railon, Kanu e Radar (Vicente); Raniele, Flávio, Rafael Bastos (Levi), Danilo Rios (Thiaguinho) e Mauri (Eudair); Dinei (Elias).

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*