Douglas Borel pode ter nova chance no time principal do Bahia

Lateral estreou pela equipe principal aos 16 anos

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O técnico Mano Menezes tem um problema para resolver na lateral-direita visando o duelo contra o Athletico Paranaense, marcado para sábado, às 19h, na Arena da Baixada. O treinador não poderá contar com Nino Paraíba, que vinha sendo titular, porém, tomou o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Corinthians e está suspenso, além de João Pedro, que se recupera de cirurgia no joelho, e Zeca que também atua na posição, mas foi liberado para resolver questões pessoais e não vem treinando com o grupo. Ou seja, restou duas opções. Escalar o jovem Douglas Borel, de 18 anos, cria da base, ou improvisar um jogador na posição, que seria o volante Edson, de 22 anos.

 

Natural de Camaçari (BA), Douglas Borel chegou atuar duas vezes pelo time principal no início de 2019. Estreou aos 16 anos, em partida do Campeonato Baiano, e logo na primeira oportunidade deu assistência para um gol de Gilberto na goleada do Esquadrão sobre a Juazeirense por 7 a 1 no dia 23 de janeiro de 2019, mostrando muito potencial e ganhando elogios da torcida que sempre cobrava o jogador no time principal. Porém, inexplicavelmente, depois não teve mais chances com o técnico Enderson Moreira e voltou a atuar pelo time sub-20 e posteriormente a equipe sub-23.

O Esquadrão não vence há 8 rodadas no Brasileirão, com cinco derrotas e três empates, e ocupa a vice-lanterna com 9 pontos, a frente apenas do Goiás que tem 8 pontos. O Bahia amarga três derrotas em sequência, contra Grêmio (2×0), Atlético-GO (1×0), ambos em Pituaçu, e diante do Corinthians (3×2) na última quarta-feira, em São Paulo. Na última partida, a equipe mostrou uma evolução com Mano Menezes, porém, segue cometendo os mesmos erros defensivos que tem complicado a vida da equipe na competição.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*