Canal de Silvio Santos encaminha contrato para transmissão da Copa Libertadores

Conmebol e SBT encaminharam um acordo e estão muitos próximos de fechar

A Rede Globo já oficializou a não renovação dos direitos de transmissão da Fórmula 1 a partir da próxima temporada, antes disso já havia desistindo da Formula 2 e do Campeonato Mundial de motociclismo também rompeu contrato a Copa Libertadores no início de agosto, já que fracassou as tratativas para reduzir o valor de US$ 60 milhões por ano, para TV aberta e fechada. A emissora carioca alegou que diante da crise econômica por conta do coronavírus seria necessário readequar o contrato, fato não aceito pela Confederação Sul-Americana.

 

No entanto, de acordo informações do jornalista Rodrigo Mattos do Portal UOL, a Conmebol e SBT encaminharam um acordo e estão muitos próximos de fechar a negociação para a transmissão dos jogos para a TV aberta para o Brasil até 2022. Ainda segundo o conceituado jornalista, já existem conversas avançadas por valores e condições para a emissora paulista substituir a Globo. Assim, o SBT assumirá a transmissão das próximas três edições da competição. A nova parceria já será vista na retomada do campeonato de 2020, na próxima semana. O novo canal parceiro assumirá as transmissões às quartas, marcadas para o horário das 21h30 até o final da primeira fase.

Já houve um acordo entre as duas partes em relação aos valores, ao número de jogos e horários das partidas da Libertadores no Brasil. Conmebol e SBT já estão nos trâmites finais de análise do contrato. O SBT terá direito a um pacote igual ao da Globo com dois jogos por rodada nas quartas-feiras.

A expectativa entre as partes é que trâmites burocráticos sejam resolvidos brevemente e o novo vínculo seja assinado até o final desta semana. A confederação sul-americana e a emissora brasileira tratam o acordo com sigilo e não falam sobre valores.

Outro fator que pesou a favor do SBT na conversa foi o fato de o canal dar espaço aos patrocinadores da Libertadores, o que não era feito na Globo. O pacote comercial da competição sul-americana tem previsão de inclusões comerciais das empresas antes das transmissões e durante os jogos – quando da veiculação do placar em minutagem previamente definida. Nos últimos dois anos de contrato, Globo negociou um acordo separado para não mencionar essas empresas, ao contrário do que fazia a Fox e o Facebook, por conflitos com seus parceiros.

O entendimento na Conmebol era de um desgaste com a antiga parceira por conta das seguidas recusas em vincular nomes dos parceiros do torneio. Tal interpretação gerou um sentimento de satisfação diante do novo acordo com o SBT.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*