Ex-goleiro Marcos recorda goleada do Vitória sobre o Palmeiras e compara a 2020

Marcos disse que a primeira metade do ano lembra o 1º tempo do jogo

Assíduo nas redes sociais, o ex-goleiro Marcos, ídolo palmeirense e pentacampeão com a Seleção Brasileira em 2002, comparou a primeira metade de 2020 ao primeiro tempo do jogo Palmeiras 2 x 7 Vitória, pelas oitavas de final da Copa do Brasil de 2003. Nesse jogo, o ex-arqueiro falhou em três gols e ainda cometeu um pênalti, além disso, viu o seu algoz, o atacante Nadson, destruir com o jogo, marcando quatro vezes. O Palmeiras chegou a vencer o jogo de volta no Barradão por 3 a 1, placar insuficiente para reverter a vantagem dos baianos, que ficaram com a classificação para a fase seguinte.

 

“Chegamos à metade de 2020. Na última vez que vi um primeiro tempo tão ruim, estava 4 x 1 para o Vitória”, escreveu Marcos na imagem postada em seu Instagram.

Na legenda, o ex-goleiro fez uma reflexão. Ele revelou que ficou muitas noites sem dormir após esse jogo, mas frisou que é preciso admitir os seus fracassos e aprender e viver com eles, procurando sempre tirar de um fracasso algo positivo.

“Se eu não admitir meus fracassos, e foram muitos, e não aprender a viver com eles e expô-los, serei mais um dono da verdade que não tem erros. Esse jogo me deixou muitas noites sem dormir, chorei, mas aprendi que se você não gosta do fracasso e da zoeira, é você que precisa melhorar para que isso não se repita – e olha que se repetiu. Portanto, procure sempre tirar de um fracasso uma coisa positiva, se você não está pronto para se zoar primeiro, jamais estará pronto pra aguentar a zoeira alheia, e deixa de ‘mimimi'”, escreveu o ex-goleiro.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*