Barcelona vence batalha judicial contra o Santos ainda na venda de Neymar

Santos terá de pagar R$ 110 mil pelas custas do processo

O atacante Neymar já deixou o Barcelona há três, hoje atua no PSG da França, ainda assim, sua transferência ainda rende assunto, seja a cerca de um suposto retorno do jogador para o clube espanhol ou seja nos números que envolveu a transação com ações da Justiça do jogador contra o clube e vice-versa e do próprio Santos contra o Barcelona. Neste processo, clube paulista pedia R$ 370 milhões de indenização alegando suposta falta de transparência dos espanhóis na contratação do jogador, no entanto, o Tribunal Arbitral do Esporte em decisão proferida nesta segunda-feira entendeu que o atleta e o Santos rescindiram de forma mútua o contrato.

A ação estava em andamento desde 2017, e agora a diretoria santista terá que arcar com os custos do processo avaliado em R$ 110 mil. O presidente José Carlos Peres lamentou a decisão do TAS.

Sobre o assunto em nota, o Santos esclareceu o assunto

“O Santos FC informa que recebeu hoje, terça-feira (7), a decisão conjunta dos casos CAS/A/5725 e CAS/A/5726, cujo objeto questionava a operação de transferência do atleta Neymar Jr. ao FC Barcelona.

A ação em questão foi proposta em 2017, quando a responsabilidade pelo caso ainda era do escritório Bonassa Bucker Advogados, contratado pela gestão anterior do clube. Em primeira instância (FIFA), a ação foi julgada improcedente, havendo interposição de recurso ao CAS.

Após o início da atual gestão, o Santos FC contratou o escritório internacional Kellerhals Carrard, na pessoa do Dr. David Casserly, para tentar a reversão da decisão e conduzir o final do processo.

O Santos FC lamenta, porém, respeitará a decisão que afastou o inquestionável fato de que foi lesado na operação. Ao mesmo tempo, espera que tal desfecho signifique um novo capítulo de transparência e lisura para as operações de transferências do clube, vide a transferência do atleta Rodrygo Góes ao Real Madrid”.

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Roger comanda treino com foco em posse de bola, marcação e finalizações

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*