Prefeitura de Salvador dará uma resposta ao Vitória antes do dia 10

Vitória pretende retornar aos treinos no dia 10 de junho

Vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis.

O Esporte Clube Vitória segue aguardando uma resposta da Prefeitura de Salvador sobre o pedido para o retorno dos treinamentos no CT Manoel Pontes Tanajura. Enquanto isso, os atletas rubro-negros seguem confinados em suas casas e participando das atividades virtuais com a orientação dos integrantes da comissão técnica. Os treinamentos físicos e preventivos são comandados pelos preparadores Ednilson Sena, Rodrigo Santana e Rafael Daltro, e os fisioterapeutas Clício Alves e Dilson Conceição. As atividades técnicas – evolução dos conceitos táticos – são ministradas pelo assistente técnico Bruno Pivetti, auxiliado pelo analista de desempenho, Gabriel Elói. Geralmente, ao sábado, um dos médicos do clube fala sobre os cuidados com o COVID-19 e antidoping.

 

Apesar das incertezas, a intenção do clube é retomar as atividades no dia 10 de junho e nesse sentido foi encaminhado ofício à Prefeitura com todos os protocolos de segurança. Nesta quinta-feira, em entrevista ao site Bahia Notícias, o vice-prefeito Bruno Reis explicou que o pedido do Vitória está sendo discutido e será dada uma resposta próximo da data solicitada pelo clube.

“O Vitória quer voltar no dia 10 de junho os seus treinamentos e a prefeitura está discutindo. Mais próximo da data solicitada pelo Vitória, nós vamos tomar uma decisão. Se for possível com protocolo e toda segurança, nós vamos autorizar. Se não for possível, vai continuar suspenso. E no momento propício vamos autorizar, trazendo principalmente condições de trabalho para esses profissionais”.

O Esporte Clube Vitória não entra em campo desde o dia 15 de março, quando atuou em dose dupla. No Barradão, pela Copa do Nordeste, o time de Geninho goleou o River-PI, por 4 a 1, e encaminhou a classificação para as quartas de final. Já em Riachão do Jacuípe, pelo Campeonato Baiano, o time de Agnaldo Liz perdeu por 1 a 0 para o Jacuipense. No dia seguinte aos dois jogos, começaram as negociações para suspensões das competições.

O Campeonato Baiano foi paralisado oficialmente no dia 17 de março. No mesmo dia, foi oficializada a paralisação da Copa do Nordeste. O jogo de volta da Copa do Brasil, contra o Ceará, foi adiado quando a CBF anunciou a suspensão de todas as competições da entidade. O Rubro-Negro perdeu a partida de ida por 1 a 0 e precisa vencer o jogo de volta no Estádio Manoel Barradas. Além do torneio nacional, o Leão disputará a Série B e Copa do Nordeste.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*