Kieza relembra passagem pelo Vitória e relação com a torcida: ‘Pegava no pé’

“A torcida sempre pega no pé, pelo fato de ter jogado no Bahia"

Após a boa passagem pelo Esporte Clube Bahia em 2014-2015, o atacante Kieza deixou o clube e acertou com o São Paulo, onde não teve muitas chances, disputou apenas dois jogos e foi colocado na ‘prateleira’. No mesmo ano (2016), foi negociado com o Esporte Clube Vitória, onde jogou de 2016 até o início de 2018. No Leão, não conseguiu repetir as boas atuações do tempo de Bahia. Ainda assim, fez 80 partidas e balançou as redes 25 vezes. O atleta contou que, na equipe paulista, ele ficou desmotivado por treinar separadamente. “Aí o Vitória entrou na jogada”, contou Kieza, ressaltando que chegou a tentar voltar para o Bahia, mas não teve sucesso nas negociações. Ele destacou a boa recepção que teve no rubro-negro e o bom primeiro ano pelo clube, no entanto, frisou que a torcida sempre pegava no pé por ter atuado no rival e “por não ter jogado da forma que eles queriam”.

 

 “Tive um segundo contato com o presidente do Vitória, com a diretoria e falei : ‘Não volto atrás na minha palavra. A gente pode fechar o acordo. Tive uma recepção maravilhosa no Vitória. No momento em que visto a camisa, eu esqueço o passou com outros clubes. Tenho que demonstrar meu trabalho pelo clube que paga meu salário e botar comida na minha mesa. Começamos um ano bom, que fomos campeão baiano, fui artilheiro da equipe. A torcida sempre pega no pé, pelo fato de ter jogado no Bahia, ou de não ter jogado da forma que eles queriam que tivesse jogado. Mas o primeiro ano no Vitória foi satisfatório, livramos o time de cair pra Série B”, disse.

Kieza também falou sobre sua saída do Leão: “Pelos torcedores, sai pelas portas do fundos. Mas, com a diretoria, a gente sempre trabalhou da melhor forma possível, honestamente. A gente não concorda com certas coisas, mas a gente respeita”, completou.

Emprestado pelo Shanghai Shenxin, Kieza jogou no Bahia em 2014 e 2015, fazendo parte do título baiano de 2015. Foram 72 jogos e 35 gols marcados. Foi contratado pelo São Paulo em 2016, porém, só fez dois jogos por lá e não se firmou, deixando o Morumbi para vestir a camisa do Vitória, K9 acumula passagens também por Fluminense, Cruzeiro, Ponte Preta, Náutico, Shabab Dubai, Botafogo e Fortaleza. Pelo Náutico, Kieza teve talvez seu melhor momento, em 2011, quando marcou 27 gols em 47 jogos. Após rápida passagem no futebol árabe, voltou ao Timbu em meados de 2012 e saiu em 2013. Foram mais 16 gols em 23 jogos.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*