Corinthians ainda aguarda valor da venda de Pedrinho; Vitória tem direito a quantia

Pedrinho acumula passagem pela divisão de base do Vitória

FOTO: RODRIGO GAZZANEL / AGENCIA CORINTHIANS

Em março deste ano, o Corinthians acertou a venda do meia-atacante Pedrinho ao Benfica-POR por 20 milhões de euros – cerca de R$ 93 milhões na época da negociação e R$ 109 milhões na cotação atual. Além disso, o Timão pode receber bônus de 2 milhões de euros (cerca de R$ 10 milhões) caso Pedrinho atinja metas estipuladas em contrato. O clube paulista tinha 70% dos direitos econômicos do atleta. O Esporte Clube Vitória terá direito a receber uma porcentagem como clube formador, o chamado Mecanismo de Solidariedade da FIFA. O atleta passou pela base rubro-negra, mas acabou dispensado antes mesmo de chegar no time principal. Na época da venda, o Leão teria direito a R$ 1,5 milhão, segundo revelou o empresário. No entanto, esse valor vai aumentar pela cotação do euro atual.

 

expectativa do clube é receber o dinheiro da venda de Pedrinho nos próximos dias e usar a verba para acertar todas as pendências com os atletas e também com clubes, como o Montevidéu Wanderes, que acionou o time paulista na Fifa por não receber pela transferência de Bruno Méndez. O Corinthians conseguiu o adiantamento do valor integral, que a princípio seria repassado pelo Benfica-POR em quatro anos.

Apesar da negociação em março, o jogador permaneceu no Corinthians e seguiria reforçando o time, inclusive, teria um jogo de despedida. No entanto, com a paralisação do futebol devido a pandemia do coronavírus, o meia não joga mais com a camisa do Corinthians, pois já tem data para se apresentar ao Benfica, de Portugal. O Campeonato Português será retomado no dia 3 de junho, enquanto o futebol não tem data para voltar no Brasil.

Deixe seu comentário

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*