Revelado pelo Vitória, Hulk admite chance de voltar ao futebol brasileiro

Hulk atuou apenas dois jogos pelo Vitória no ano de 2004

Foto: Xinhua/Ding Ting

Revelado pelo Esporte Clube Vitória, seu último clube no Brasil antes de rodar por Japão, Portugal, Rússia e China onde joga atualmente, o atacante Hulk tem vínculo com o Shanghai SIPG vai até o fim de 2020 e, apesar de existir uma cláusula de renovação no contrato para prolongar a permanência no clube no próximo ano, o jogador em entrevista ao site Globoesporte admite a possibilidade de retornar ao futebol brasileiro ou atuar na Europa já em 2021. Torcedor declarado do Palmeiras, Hulk já teve algumas vezes seu nome ligado a uma possível transferência no Alviverde. O camisa 10 tem 138 jogos, 86 gols e 47 assistências no Shanghai. Na temporada 2018 foi campeão chinês e no ano passado levantou o troféu da Supercopa.

 

Hulk se profissionalizou no Vitória, porém, fez apenas dois jogos pelo time baiano, em 2004, e no ano seguinte acertou a ida para o futebol japonês. Em 2004, ainda pelo Leão, Hulk atuou nas derrotas por 2 a 1 para o Internacional e 3 a 2 para o Fluminense, ambas pelo Campeonato Brasileiro.

“Todos sabem que tenho um sonho muito grande de jogar no Brasil. Estou me cuidando fisicamente. É verdade que tenho esse ano de contrato e o próximo como opção (no Shanghai SIPG). Não sei se fico, se renovo ou se não renovo. Não sei se fico na China. Particularmente estou muito feliz em Xangai. Mas sempre falo que o futuro a Deus pertence”, afirmou Hulk.

Com a pandemia do novo coronavírus, o atacante de 33 anos saiu da China em fevereiro e passou quase três meses no Brasil de quarentena. Nesse período, o atacante chegou a ir a um jogo do Palmeiras, que é seu time do coração, e foi cercado pelo clube. O Verdão consultou o Shanghai SIPG, tentou a contratação dele, mas esbarrou no alto salário.

“Coloco meu futuro nas mãos de Deus e procuro focar no meu dia a dia. Se tiver que ficar na China por ser o melhor para mim, estarei bem. Se tiver que ir para Europa também estarei bem e vai ser bom para mim. E se tiver que voltar para o Brasil com certeza voltarei feliz também. Não tive a oportunidade de jogar muito no Brasil, fiz apenas dois jogos”, finalizou.

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*