Presidente do Bahia de Feira acredita na volta do futebol no início de julho

Bahia de Feira briga pela classificação à semifinal do Baianão

O Campeonato Baiano foi paralisado na 7ª rodada, restando ainda duas rodadas para o término da primeira fase e a definição dos quatro classificados para as semifinais, do rebaixado para Série B e das vagas para a Copa do Nordeste e torneios nacionais. O Bahia de Feira ocupa o 3º lugar, com 11 pontos, atrás apenas do líder Bahia (15 pts) e do vice-líder Jacuipense (11 pts). O Vitória fecha o G-4 com 11 pontos. O Jacobina, com 1 ponto, seria o rebaixado nesse momento. Em entrevista ao portal A TARDE, o presidente do Bahia de Feira, Jodilton Souza falou sobre a expectativa de retorno para a bola rolar nos gramados baianos. Segundo ele, a ideia é que essa retomada ocorra próximo do final de junho ou no dia 1º de junho.

 

“O que estamos imaginando é que a competição deve retomar dia 1º de julho. Retornando nesse dia, dia 15 de junho já podemos nos apresentar. Atualmente, nosso plantel é composto por 26 atletas, porque temos a Série D, o término do Baiano e tínhamos também a Copa do Brasil”, explicou Jodilton.

O mandatário afirmou que já adotou um protocolo médico para o grupo de jogadores, pensando no retorno. Além do Baianão, o Bahia de Feira ainda irá disputar a Série D. “Como temos um hospital no grupo nosso, e o diretor médico desse hospital é o mesmo diretor médico do Bahia de Feira, já fizemos um protocolo para quando a equipe voltar […] Temos nossa estrutura própria, como Centro de Treinamento e estádio, então isso ajuda bastante e os parceiros do clube também continuaram conosco, por conta da boa relação que temos”, afirmou.

O Campeonato Baiano paralisou no dia 17 de março, restando duas rodadas para o término da primeira fase. Oito times disputam quatro vagas para a semifinal do Campeonato Baiano, sendo que o Bahia lidera com 15 pontos, seguido por Jacuipense, Bahia de Feira e Vitória, formando o G-4. Atlético de Alagoinhas, Juazeirense, Fluminense de Feira e Vitória da Conquista tentam beliscar uma vaga. Doce Mel e Jacobina disputam para ver quem se salva do rebaixamento. Vale lembrar que o futebol já está suspenso há mais de dois meses e com o calendário curto, o Baianão (assim como outros estaduais) está ameaçado de não ser retomado, ainda que a FBF garanta que será concluído.

“Não pensamos em cancelar o Baianão”, diz vice-presidente da FBF

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*