Meia com passagens por Corinthians e Santos é preso pela quarta vez

Piá foi detido com dinheiro e folha de cheque de mais de R$ 8 mil furtados

Com passagens por Corinthians, Ponte Preta e Santos, o ex-meia Piá foi detido com dinheiro e folha de cheque de mais de R$ 8 mil furtados de envelopes de depósitos de caixas eletrônicos, de acordo com informação da EPTV, afiliada da Rede Globo na região de Campinas. Segundo o boletim de ocorrência registrado no último sábado (23), em Cordeirópolis, interior de São Paulo, o ex-jogador estava junto com outro suspeito. Piá está na Delegacia Secccional de Limeira desde sábado. A audiência de custódia estava marcada para este domingo, 24, e acontecerá de maneira online por conta da pandemia.

 

O ex-atleta também já defendeu Inter de Limeira, Cruzeiro, Operário-MS, Ponte Preta, São José, Bragantino, Portuguesa, Matonense, Corinthians-AL, Santa Cruz, São Raimundo-AM, PAOK da Grécia, União São João, América-RN, Gama, CSA, Independente de Limeira, Comercial, Aparecidense.

Segundo informação do portal “UOL Esportes”, o ex-meia e o outro detido já vinham sendo monitorados por câmeras de segurança de duas agências bancárias de Cordeirópolis e a Guarda Municipal foi até o local. Segundo o Boletim de Ocorrência, os dois foram detidos com R$ 143 em dinheiro e um cheque de R$ 8.386, 77 que estavam em envelopes para depósitos nos caixas eletrônicos das agências.

Essa não é a primeira vez que Piá é detido acusado do mesmo tipo de crime. Em 2014, quando foi preso pela primeira vez, ele ficou detido por 21 dias após ser indiciado por tentativa de furto a um caixa eletrônico de Campinas. Em abril de 2015, o ex-jogador foi preso em flagrante em Americana pelo mesmo motivo. Em agosto do mesmo ano, foi preso tentando pegar envelopes em um banco de Bauru.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*