FIFA aumenta para 5 o número de substituições por time para 2020

Organizadores das competições poderem decidir se adotam ou não

Foto: Aldair Dantas

Nesta sexta-feira (08/05), a FIFA autorizou que campeonatos iniciados ou que ainda vão começar em 2020 implementem uma regra de cinco substituições por equipe a cada partida. A International Board (IFAB) deu seu aval para a mudança temporária, que será válida para competições que cheguem ao fim até dezembro deste ano. Porém, os organizadores dos torneio vão decidir adotá-la ou não. A alteração será uma emenda às Regras do Jogo e tem como objetivo, segundo a Fifa, “proteger o bem-estar dos jogadores”.

 

Segundo informação divulgada pelo site Globoesporte, a FIFA propôs a mudança preocupada com o impacto que a paralisação do futebol mundo afora possa ter na preparação física dos atletas. Mais substituições permitiriam uma melhor gestão do desgaste dos atletas. Para evitar que as substituições extra tenham um impacto no tempo de bola rolando ou sejam usadas por treinadores em uma forma de “cera”, as cinco trocas precisam ser feitas em, no máximo, três janelas por equipe. Ou seja, serão necessárias ao menos duas substituições duplas por time para o uso total das cinco trocas.

As competições que preveem em seus regulamentos uma substituição extra em caso de prorrogação devem manter sua regra. Desta forma, neste caso, o número de trocas poderia chegar a seis por equipe – e as substituições não usadas no tempo regulamentar poderia ser adotadas no tempo extra.

O comunicado da Fifa ainda aponta que os torneios que se encerram neste ano, tenham eles já iniciado ou não, podem interromper o uso do Árbitro Assistente de Vídeo (VAR), caso julguem necessário. Se o VAR for mantido, entretanto, será necessário seguir os protocolos adotados pela entidade.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*