Bahia fez um plano estratégico para evitar a demissão dos funcionários

Diego Cerri falou sobre como o clube tem enfrentado a pandemia

O diretor de futebol do Esporte Clube Bahia, Diego Cerri, participou do Projeto América, evento da Abex Futebol, e falou um pouco sobre como o clube tem enfrentado a pandemia do coronavírus. Ele destacou que o Esquadrão fez um plano estratégico para evitar a demissão dos funcionários. Entre as medidas tomadas, está um acordo coletivo com atletas da base e funcionários. Aqueles que têm salários menores tiveram seus rendimentos garantidos. À medida que o valor aumenta, houve redução variando de 10% a 20%. Os jogadores tiveram 25% dos salários reduzidos, mesmo caso da diretoria. O presidente Guilherme Bellintani abriu mão de todo salário durante a pandemia.

 

“Talvez o mais importante dentro da própria estrutura do clube tenha sido a postura de procurar, a todo custo, manter a grande maioria dos empregos dos nossos funcionários, atletas e todos os setores do clube. A gente sabe que nesse momento é muito difícil quando fica desempregado para conseguir se recolocar no mercado” comentou Cerri e falou sobre a redução salarial: “Essa é a maneira que a gente encontrou de viabilizar o clube, com muita dificuldade nesse momento e ainda sem saber quanto tempo o futebol vai ficar paralisado aqui no Brasil”, acrescentou o diretor de futebol do Bahia.

Assista abaixo:

Deixe seu comentário

1 Comentário

  1. Decisao muito acertada do meu “Bahêa”, tais atitudes repercutirão positivamente no
    futuro, isto não é filantropia e sim investimento no capital humano, sobretudo quando se trata de pessoas humildes. Parabéns Bahia.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*