Ação da Copa do Nordeste visa arrecadar alimentos para 1 milhão de nordestinos

ação está sendo encaminhada em sua primeira fase

Com o intuito de ajudar famílias carentes durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19) que vem causando mortes e também instalando uma crise no Brasil, a Copa do Nordeste também resolveu se mobilizar e na quinta-feira (16) anunciou uma parceira com a instituição Ação da Cidadania arrecadar alimentos que serão revertidos em refeições para pessoas carentes dos nove estados da região nordeste. A campanha vai até o dia 8 de junho e a meta principal é ajudar 1 milhão de pessoas. A campanha se resume na doação em dinheiro que, para cada um real arrecadado, uma refeição será oferecida. Serão várias fases e na primeira o objetivo é alcançar R$ 75 mil, correspondente a 75 mil refeições.

 

“Comida é item de primeira necessidade. E quem tem fome, tem pressa. Nessa guerra temos um aliado de peso. Contamos com o apoio da Ação da Cidadania para levar alimento e afeto aos nordestinos que tiveram que deixar de lutar pelo seu sustento para resguardar seu bem mais precioso: a vida”, informa a campanha, disponível na plataforma de recursos Benfeitoria.

 

Ver essa foto no Instagram

 

A Copa do Nordeste e a @acaodacidadania estão com uma ação voltada para a doação de alimentos aos mais atingidos pelo Covid-19 no Nordeste! O povo nordestino orgulha sua região e essa região orgulha o seu povo. O Nordeste é forte, o nordeste batalha. O Nordeste é solidário. O Nordeste Cuida. Ninguém fica para trás. Pessoas estão sem trabalhar. Pessoas estão ficando sem comer. Estamos juntos em um só movimento. Cada 1 real doado alimenta 1 pessoa. 1 real = 1 refeição Doe. Vamos levar um milhão de refeições aos nordestinos mais atingidos pela crise do Covid-19. Vamos vencer juntos. #NordesteCuida. O link para ajudar está na bio e em nossos stories!

Uma publicação compartilhada por Copa do Nordeste (de ?) (@copadonordeste) em

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*