Técnico do Vitória comemora “mais tranquilidade” após classificação

“O fundamental foi alcançado, que era classificação"

Foto: Letícia Martins / ECVitória

Na noite desta quinta-feira (05), o Esporte Clube Vitória venceu o Lagarto-SE pelo placar de 3 a 1, no Estádio Manoel Barradas, manteve a invencibilidade na temporada e avançou à terceira fase da competição nacional. Os gols do time baiano foram marcados pelos atacantes Vico (duas vezes, o segundo deles uma pintura) e Léo Ceará (de pênalti), enquanto Edílson descontou para o time sergipano. Com a classificação, o Leão embolsa mais R$ 1,5 milhão. Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Geninho valorizou muito a classificação e celebrou a tranquilidade a mais que terá para trabalhar e equilibrar as forças.

 

“O fundamental foi alcançado, que era classificação. Era fundamental que conseguíssemos passar essa fase para que você tivesse mais tranquilidade no trabalho, uma fase onde o modo de disputa é diferente e você pode equilibrar as forças. Esse tipo de jogo [confronto único] é muito complicado”, comentou.

Sobre a partida, Geninho frisou que o Vitória tirou um pouco o pé e se acomodou, deixando o jogo perigoso. “Acho que o time tirou o pé. O time todo tirou o pé do acelerador. O jogo ficou num ritmo de baba. Nós paramos de buscar o gol. Até tivemos grande chance com Alisson na trave e uma outra cabeçada. Mas pouca coisa. Acho que não foi o time sentir a falta de dois jogadores importantes. Mas tirou o pé. No segundo tempo, quando pisou no acelerador, ainda não pisou fundo, tomou conta do jogo e teve volume diferente. Começamos o jogo bem, tivemos cinco, dez minutos de time focado, pegando, não deixando eles jogarem. Fizemos um gol. Aí o time se acomodou. Começou a trabalhar, rodar a bola, perdeu ímpeto de buscar segundo gol rápido. Aí ficou um jogo perigoso, o Lagarto começou a gostar do jogo”, destacou o treinador.

 

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*