Osni fala sobre o futuro do Baianão e a situação financeira do Vitória

“Eu digo para você, o campeonato não encerra", afirmou

Ídolo do Esporte Clube Bahia, onde conquistou quatro títulos estaduais em três passagens (1978 – 1980 – 1982 a 1984, e com passagem também pelo Vitória, o ex-jogador Osni Lopes concedeu entrevista nesta quinta-feira (19) à Rádio Metrópole e comentou sobre a situação do Campeonato Baiano de 2020, que foi paralisado por tempo indeterminado em razão da pandemia do Coronavírus e está ameaçado de não ser finalizado. Apesar da Federação Bahiana de Futebol (FBF) não ter ainda definido o futuro da competição, Osni – que é presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais da Bahia (Sindap-BA), afirmou que o campeonato não será encerrado.

 

“Eu digo para você, o campeonato não encerra, porque muitos clubes fazem contrato até a data marcada para o fim do estadual, então o vínculo vai terminar antes. E aí como vai ter um campeão? Não vai. Quem será rebaixado? É um problema”, disse ele.

Revelado no Santos em 1968, Osni além da dupla Ba-Vi acumula passagens por Madureira, Olaria, Flamengo, Maranhão, Dom Bosco, Santa Cruz e Leônico. O ex-ponta defendeu o Vitória de 1972 até 1976, sendo campeão baiano de 72. Osni também comentou a situação do Leão e a crise financeira no clube. Vale lembrar que para reduzir as despesas, o presidente Paulo Carneiro resolveu desmanchar o time de aspirantes e a comissão técnica.

“O Vitória está em uma situação difícil, porque o orçamento caiu muito nos últimos dois anos. O time só se recupera subindo [para a Série A do Campeonato Brasileiro], mas como vai subir sem dinheiro?”, questionou Osni.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*