Com adiamento das Olimpíadas, Brasil perde 11 jogadores por limite de idade

Lucas Paquetá, do Milan, está na lista de jogadores que completam 24 anos

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Nesta terça-feira (24), foi confirmado o adiamento das Olimpíadas de Tóquio para o ano de 2021 devido a pandemia do coronavírus. Com a mudança, a Seleção Brasileira Masculina de Futebol perde 11 jogadores por limite de idade, já que a regra do torneio masculino olímpico de futebol permite a participação de jogadores que completem até 23 anos no ano da disputa – além de três atletas sem limite de idade. No feminino, não há restrição, no entanto, poderia desfavorecer veteranas, como a atacante Formiga, que já tem 42 anos e busca a sua sétima participação olímpica. A Fifa, entretanto, estuda aumentar limite de idade do futebol para 24 anos.

 

O técnico André Jardine não poderá contar com 11 dos 23 jogadores que ele chamou para a seleção olímpica, no último dia 6, que disputaria dois amistosos, ambos desmarcados por causa da pandemia de coronavírus. Entre os jogadores, estão Lucas Paquetá, do Milan, e Matheus Henrique, do Grêmio, que já fizeram parte da seleção principal. Convocados neste mês por Tite para a seleção principal, o atacante Gabriel Jesus, do Manchester City, e o volante Bruno Guimarães, do Lyon, são outros que poderiam participar dos Jogos Olímpicos como sub-23 neste ano, mas que, em 2021, completam 24 anos de idade.

Jogadores da seleção olímpica que completam 24 anos em 2021 (da última lista)

Goleiros: Cleiton (Red Bull Bragantino) e Lucas Perri (São Paulo)
Zagueiros: Gabriel (Lille), Luiz Felipe (Lazio) e Lyanco (Torino)
Laterais: Caio Henrique (Grêmio) e Ayrton Lucas ((Spartak Moscou)
Meio-campistas: Lucas Paquetá (Milan), Matheus Henrique (Grêmio), Maicon (Shakthar Donetsk ) e Wendel (Sporting)

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*