Volante lamenta ausência da torcida do Bahia no Ba-Vi pelo Baianão

"A gente ficar sem a torcida do Bahia no estádio é complicado"

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Titular no meio-campo do time de transição comandado pelo técnico Dado Cavalcanti, o volante Edson concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (28) na Sala de Imprensa da Cidade Tricolor e falou sobre a expectativa para o clássico BA-VI do próximo domingo (1º de março), às 16h, no Estádio Manoel Barradas, pela sexta rodada do Campeonato Baiano. Bahia e Vitória estão invictos na competição e dividem a liderança do Estadual, ambos com 11 pontos.

 

“A expectativa é a melhor possível. Já estamos mais de 20 dias só treinando, com alguns jogos treinos. Voltar a jogar e logo em um Ba-Vi a expectativa é que a gente possa voltar com um triunfo. Além do clássico em si, a gente sabe que o rival é um concorrente direto na classificação do campeonato. Então a gente espera conseguir um resultado positivo, para ficar mais distante deles e classificar bem”, disse.

O volante também lamentou a torcida única. Para o atleta, a torcida Tricolor fará falta no estádio, mas acredita que fará a diferença mesmo longe. “Eu que estreei esse ano no profissional, mas desde o ano passado já estava vivendo a expectativa de poder estrar, pude conviver como é a torcida do Bahia. A gente ficar sem a torcida do Bahia no estádio é complicado, mas acredito que eles vão passar energia positiva para gente conseguir o triunfo”, comentou.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*