Se repetir 2019, Gilberto entrará no Top-20 de artilheiros do Bahia

Gilberto está perto de alcançar Robgol e Zé Carlos

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/EC Bahia

Com proposta significativa do futebol japonês pelo atacante Gilberto, a diretoria do Esporte Clube Bahia fez um enorme esforço e manteve o seu camisa 9, decisão acertadíssima, afinal, trata-se do artilheiro do time e um dos principais jogadores do Esquadrão na temporada passada. Esse 2020 não está sendo diferente. Até aqui, foram cinco gols marcados em sete jogos, sendo artilheiro isolado da Copa do Nordeste com 4 gols. Contratado no segundo semestre de 2018, Gilberto já 43 gols pelo tricolor baiano, sendo um fortíssimo candidato a entrar no ranking de principais goleadores da história do clube.

 

Segundo os dados disponibilizados pelo clube, o centroavante está a sete gols de igualar Zé Carlos, meia que foi campeão brasileiro em 1988, balançou as redes 50 vezes e ocupa a 36ª posição da lista de artilheiros. Outro jogador histórico que Gilberto está perto de alcançar é o ex-atacante Robgol, que defendeu o Bahia entre 2001 e 2002 e formou um trio de ataque icônico, com Nonato e Sérgio Alves. Na 31ª posição da lista de artilheiros do Tricolor, Robgol marcou 53 gols, portanto, dez a mais do que Gilberto possui atualmente.

Na última temporada, Gilberto balançou as redes 29 vezes com a camisa do Bahia. A repetição do desempenho de 2019 faria o atacante subir até o top-20 na lista dos principais artilheiros da história tricolor. Se fizer mais 24 gols em 2020, ele chegaria a 67 e ultrapassaria ex-jogadores como Marito, Fito e Cláudio Adão.

A lista dos maiores goleadores da história do Bahia é liderada por Carlito, com 253 gols. Douglas, com 211, aparece na segunda posição, seguido por Hamílton, com 154. Uéslei, que anotou 140 gols, e Osni, que balançou as redes em 138 oportunidades, fecham a relação dos cinco primeiros colocados.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*