Gustagol é apresentado no Inter e pode formar dupla com Guerrero

"Eu fico feliz pela oportunidade que o Inter me concedeu"

Foto: Reprodução / Internacional

Nesta quinta-feira, o Internacional apresentou oficialmente o atacante Gustagol, que assinou contrato de empréstimo até dezembro de 2020 com o Colorado adquirindo 15% dos direitos dele junto ao Corinthians. Em 2016, na primeira passagem pelo Corinthians, Gustagol teve dificuldade para se firmar – na ocasião, disputou nove partidas e não fez gols. Foi emprestado ao Bahia em 2017, mas também não deslanchou, marcando apenas 6 gols em 24 jogos. Se destacou mesmo pelo Fortaleza, em 2018, com o técnico Rogério Ceni, participando da campanha do título da Série B, balançando as redes 30 vezes em 45 partidas na temporada. Retornou ao Timão em 2019 e recentemente recebeu proposta do futebol turco, recusada pelo clube paulista.

 

“Eu fico feliz pela oportunidade que o Inter me concedeu de estar em um grande clube do Brasil. É que nem eu sempre falo: preciso de sequência, confiança e isso o Coudet me deu na palavra quando me ligou na noite de quinta (após a eliminação do Corinthians na pré-Libertadores). Ele disse que me dará esta confiança e sequência para que faça um grande trabalho no Inter e volte a fazer os gols”, disse em entrevista coletiva.

Ao invés de disputar posto com Guerrero, Gustavo projetou parceria com ele. Eduardo Coudet conversou com o jogador sobre atuar com dois centroavantes e utilizar ambos. “Ele me perguntou se já joguei com dois centroavantes. Eu falei que joguei no Corinthians, com Love e Boselli. Disse que não seria problema algum. Eu fico muito feliz de concorrer com Guerrero, ele é um grande atleta no cenário nacional, mundial, no dia a dia. Vamos nos conhecendo e vendo como um gosta de receber a bola, para se adaptar o mais rápido possível”, completou.

No Corinthians, Gustavo não estava sendo utilizado. Reserva, ele disputou três partidas no ano. “Não sei responder (porque estava tendo poucas chances). O Thiago (Nunes) que precisa responder. Terminei a temporada passada muito bem, achei que ganharia sequência, mas infelizmente não aconteceu. O Boselli começou muito bem a temporada e isso justifica um pouco minhas poucas chances. É vida que segue. Estou com a cabeça no Inter, focado e aqui para fazer um grande trabalho”, explicou. Bem fisicamente, Gustagol deve ser inscrito no Gauchão até amanhã e poderá estrear no sábado, contra o Caxias.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*