Zagueiro retira ação e rescinde com o Cruzeiro; David tem pedido negado

David teve o pedido de rescisão negado pela Justiça

Apontado como alvo do Esporte Clube Bahia para a temporada 2020, o atacante David – apesar de não estar treinando na Toca da Raposa – segue vinculado ao Cruzeiro. Nesta terça-feira, a Justiça Mineira negou novamente o pedido de rescisão de contrato indireto com o clube mineiro. O processo, que foi protocolado na 47ª Vara de Trabalho de Belo Horizonte, cobra da Raposa débitos referentes aos atrasos no pagamento de cerca de R$1 milhão. São três meses de salários atrasados, FGTS, 13º salário e férias. A ação segue em segredo judicial e uma audiência de conciliação foi marcada para o dia 11 de fevereiro, na 47ª Vara do Trabalho, em Belo Horizonte.

 

Revelado no Esporte Clube Vitória, o atacante David, que tem contrato com a Raposa até dezembro de 2022, também é cobiçado pelo Fortaleza, de Rogério Ceni, que fez uma proposta pelo jogador, mas o imbróglio impediu o negócio por enquanto. O empresário do jogador, Na semana passada, André Cury tentou comprar 35% do jogador por R$ 5 milhões e repassá-lo a outro clube. Todavia, a FIFA impede que terceiros tenham percentuais de jogadores. O agente também ofertou à Raposa quitar o débito com David, proposta que o clube azul está avaliando.

Se a “novela David” segue rendendo capítulos, não podemos dizer o mesmo no caso do zagueiro Fabrício Bruno, que retirou a ação contra o Cruzeiro e em troca conseguiu a rescisão de contrato, ficando livre no mercado. O clube seguirá com 25% dos direitos econômicos do jogador de 24 anos. Segundo o Globoesporte, o Cruzeiro recebeu cerca de R$ 500 mil pela liberação do atleta, que esteve na Toca da Raposa nesta terça para finalizar as negociações. Como parte do acordo, Fabrício retirou a ação que movia contra o Cruzeiro na Justiça do Trabalho, cobrando cerca de R$4 milhões em dívidas e pedindo a rescisão indireta do contrato.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*