Com Bahia de olho, audiência entre Cruzeiro e Éderson será no dia 9

Bahia chegou a oferecer Régis e Yuri pelo jogador

O Esporte Clube Bahia segue monitorando a situação do volante Éderson, que acionou o Cruzeiro na justiça pedindo a rescisão, que foi negada, no entanto, o jogador segue sem treinar e uma audiência entre as partes está prevista para acontecer no dia 9 de fevereiro na 1ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte. O atleta cobra mais de R$ 2 milhões por atrasos em salários, direitos de imagem, 1/3 sobre férias, 13º e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Na tentativa de contratar o volante, o Esquadrão chegou a oferecer o meia Régis e o volante Yuri, porém, a negociação não evoluiu.

 

No processo contra o Cruzeiro, o volante de 20 anos utilizou uma cartão de intenção do Bahia. A audiência vai tratar também do pedido rescisão indireta com o clube, que foi negado inicialmente pela pela juíza Ana Luiza Fischer Teixeira de Souza. O clube mineiro tem 60% dos direitos econômicos de Éderson, adquirido junto ao Desportivo Brasil-SP por R$ 250 mil pelo empréstimo de julho de 2018 a julho de 2019 e mais R$ 1 milhão para ficar com o atleta, que tem contrato até o fim de 2023.

Éderson não comparece aos treinos no Cruzeiro desde 9 de janeiro, já que move uma ação na justiça contra o clube mineiro, pedindo rescisão indireta de contrato e cobrando multa de mais de R$ 2,6 milhões, por causa de atrasos em salários, direitos de imagem, férias, 13º e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). No processo, ele usa inclusive uma “carta de intenção” do Bahia em tê-lo no elenco. Nesta terça-feira, o agente de Éderson, César Gody, é esperado na sede administrativa do Cruzeiro justamente para uma nova reunião. O objetivo é de chegar a um acordo para que o processo seja finalizado e o jogador possa voltar a atuar – possivelmente no Bahia.

Natural de Campo Grande (MS), Éderson José dos Santos Lourenço da Silva tem 20 anos e surgiu nas divisões de base do Desportivo Brasil e em 2015 chegou a ser emprestado ao Shandong Luneng da China para integrar o Sub-17. Em 2018, acertou por empréstimo com o Cruzeiro que no ano seguinte adquiriu o jogador em definitivo. Iniciou 2019 atuando no sub-20, atuando 10 jogos entre Mineiro Júnior e Copa do Brasil Sub-20. Foi promovido ao elenco profissional e chegou a atuar 22 partidas pelo time principal, marcando 2 gols.

Deixe seu comentário!

3 Comentário

  1. Roger Machado é retranqueiro a preocupação dele é não tomar gol joga com três volantes,os times hoje jogão com três meias ainda mais jogando com os times que o Bahia joga no primeiro cimestre vergonha empata com Santa Cruz com todo respeito ao santinha.

  2. Torcedor e boa parte da imprensa brasileira precisa parar de ver futebol de forma compartimentada, volante que só defende, meia que só arma…
    O Bahia joga no meio com um triangulo invertido, Gregore na pais recuado e dois armadores de cada lado, Daniel e Flávio.
    Esse Ederson tem uma excelente saída de bola, na nomenclatura brasileira, seria um segundo volante, poderia disputar vaga com Flávio como armador pela direita e tem como vantagem a estatura, pois o time titular hoje esta com uma estatura muito baixa e pode sofrer contra adversários que tenham como forte a bola parada.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*