Geninho fala sobre negociações, reformulação e meta do Vitória em 2020

"Vamos ter que reformular bastante esse elenco", disse

Foto: Divulgação / Vitória

Confirmado no comando do Esporte Clube Vitória pelo Presidente Paulo Carneiro através de mensagem nas redes sociais, o técnico Geninho concedeu entrevista onde falou sobre o planejamento para temporada 2020. Questionado sobre as negociações, o treinador evitou comentar sobre quem chega ou quem sai, mas garantiu que terá uma reformulação em busca de montar um elenco forte para alcançar o principal objetivo em 2020: o acesso de volta à Série A do Campeonato Brasileiro.

 

“Não gosto de falar em nome de quem sai, quem vem, quem você vai buscar. Isso causa muita especulação. Tudo o que tinha feito foi conversado, vai continuar sendo conversado. Futebol é muito dinâmico, as coisas mudam muito rápido. Você conversa com um jogador que as vezes recebe proposta melhor, alguém te toma o jogador da mão. Futebol é complicado. Tem que fazer as coisas com os pés no chão. Tem que fazer as coisas de forma interna. Não adianta prometer e depois não cumprir, soltar um grande nome e não ter condições de trazer. Então é preferível ir com calma e tentar concretizar as coisas. Prefiro ficar isento em falar de nomes no momento.”, completou.

“Foi fundamental para a minha permanência a perspectiva do clube de, em curto espaço de tempo, ter uma situação diferente da que tem hoje. O Vitória tem alguns jogadores em negociação, que vão colocar numerário aqui dentro. Estão sendo feitas algumas outras atitudes, algumas situações estão se encaminhando, que nos dão a expectativa de que o 2020 do Vitória seja diferente de 2019. Dentro do que conversei com Paulo [Carneiro, presidente do Vitória], espero que, em curto espaço de tempo, o Vitória tenha uma situação mais tranquila do que aquela em que ele terminou o ano”, afirmou.

“Acho que o grande objetivo do time para o próximo ano é fazer um trabalho que o credencie a voltar para a Série A. Agora, tudo isso tem que ter um encaminhamento. Vamos ter que reformular bastante esse elenco. Já tínhamos conversado sobre isso, independente de minha reforma de contrato ou não. Já tinha me reunido com Paulo, Alarcon [Pacheco, diretor de futebol], com todo mundo, para que a gente começasse a conversar sobre como seria o próximo ano. Está tudo encaminhado. As pessoas que ficam aqui, eu não faço parte das negociações. Apenas digo se o jogador me serve ou não, se aprovo ou não. As negociações são feitas por outras pessoas. Então, vamos manter contato direto, o fato de eu não estar em corpo presente não quer dizer que não estou em contato para avaliar a montagem de elenco que nos dê chance de fazer um bom ano. Fazer uma boa Copa do Nordeste, que acho que serve de parâmetro para o que será feito na Série B. E que chegue nesse momento com time forte. Teremos o início de ano para fazer uma reformulação, para fazer um time forte que leve o Vitória a atingir seu objetivo”, disse.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*