Fim do sofrimento: Bahia vence o CSA e encaminha vaga na Sul-Americana

Esquadrão chega aos 48 pontos e abre 6 pontos do 14º colocado

Foto: Felipe Nyland/Gazeta de Alagoas

Depois de nove jogos seguidos sem vencer, o Esporte Clube Bahia finalmente mandou embora a ‘urucubaca’ e neste domingo (01/12) – mesmo atuando com 10 jogadores devido expulsão do volante Ronaldo – venceu o CSA por 2 a 1 no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Os gols do tricolor foram marcados pelos atacantes Gilberto e Arthur Caíke. O volante Nilton, na conhecida Lei do Ex, marcou para o time alagoano. Com o triunfo, o Esquadrão encerra a sequência negativa que durou quase dois meses e encaminha sua classificação para Copa Sul-Americana.

 

Com o resultado, o Esquadrão chega aos 48 pontos e se mantém no 11º lugar, há um ponto de distância para Goiás e Fortaleza que aparecem acima na tabela de classificação, e seis pontos acima do Fluminense, 15º colocado, primeiro time fora da zona de classificação para Sul-Americana. No 18º lugar com 32 pontos, o CSA coloca um pé e meio na segunda divisão. As chances de salvação agora são mínimas e o rebaixamento pode ser sacramentado nesta segunda-feira na hipótese de um triunfo do Cruzeiro sobre o Vasco da Gama em São Januário.

O próximo compromisso do Esporte Clube Bahia é na quinta-feira (05/12), contra o Vasco da Gama, às 19h15, na Arena Fonte Nova. A despedida do Esquadrão no Campeonato Brasileiro será no próximo domingo, dia 8, às 16h, contra o Fortaleza, na Arena Castelão.

O Bahia abriu o placar aos 31 minutos do primeiro tempo. Com boa triangulação, Flávio serviu Gilberto que girou na defesa e mandou no canto do goleiro Jordi. O centroavante, que chegou a amargar um jejum de 11 jogos, balançou as redes duas vezes nas últimas três partidas do Bahia. Esse é o 28º gol em 56 jogos na temporada. No segundo, o cenário mudou. O CSA passou a dominar o jogo e alcançou o empate aos 9 minutos, na conhecida Lei do EX, com gol do volante Nilton, com passagem pelo Esquadrão esse ano.

A situação do Esquadrão piorou aos 17 com a expulsão do volante Ronaldo, tomando o segundo amarelo após falta dura. O jogo seguiu aberto e com chances para os dois lados. Artur parou no travessão, o jogador alagoano parou em Douglas. Mas aos 40 minutos, em contra-ataque rápido, o Esquadrão voltou a frente com gol de Arthur Caíke.

O Bahia enfrentou o CSA com: Douglas; João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Ronaldo; Élber (Arthur Caíke), Artur (Wanderson) e Gilberto (Fernandão).

 

Deixe seu comentário

1 Trackback / Pingback

  1. "Eu não quero comprar briga com a torcida do Bahia", diz Gilberto

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*