Ciro Gomes coloca Bellintani como possível candidato do PDT

Bellintani cotado para sucessor de ACM Neto na prefeitura de Salvador

A eleição para prefeito vai se aproximando e o presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani, segue sendo bastante cobiçado pelos partidos para concorrer ao pleito à prefeitura de Salvador. Recentemente, em reunião do PT na capital baiana, o mandatário tricolor teve seu nome citado pelo Senador Jaques Wagner e membros do Partido dos Trabalhadores. Agora foi a vez de Ciro Gomes, vice-presidente nacional do PDT e candidato à presidente na última eleição vencida por Jair Bolsonaro, citar o nome de Bellintani como possível candidato do partido. O presidente do PDT já havia revelado negociações com o dirigente que segue reafirma o foco no clube baiano.

 

“Nessas nossas cogitações, nesse momento de preliminares da nossa estratégia, a possibilidade de filiar o presidente do Bahia também está sendo refletida. O [Carlos] Lupi [presidente nacional do PDT] sempre relata conversas sempre muito agradáveis, sempre muito interessantes”, declarou Ciro no programa “Café das Seis”, na Rádio Globo Salvador, nesta quarta-feira (20).

O nome de Bellintani ganhou ainda mais força após o mesmo ter revelado ter votado em Ciro Gomes para presidente da República no primeiro turno.

“A notícia que eu tenho é de que ele [Bellintani] votou em mim, assim como Leo Prates votou em mim para presidente da República, mas nesse momento ninguém sabe qual vai ser o passo final do PDT. Mas nossas conversas estão sendo nessa direção: a possibilidade de filiar Leo Prates e lançá-lo candidato a prefeito, a possibilidade de filiar o presidente do Bahia e lançá-lo candidato a prefeito, mas também ainda não estão descartadas as possibilidades de alianças”, completou.

Citado em reunião do PT, Bellintani diz ter muitos desafios ainda no Bahia

Deixe seu comentário

1 Comentário

  1. Seria essa a razão dos muitos eventos, diga-se de passagem, muito bem aceitos por todos, anunciados durante todo ano como ‘afirmações sociais” ou politicas também?

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*