Bahia esbarra em Muriel, perde para o Fluminense e completa 3 jogos sem vencer

Esquadrão agora enfrenta o Grêmio fora de casa na 26ª rodada

Foto: André Durão/Globoesporte

O Esporte Clube Bahia sentiu neste sábado (12) o gosto amargo da famosa LEI DO EX e acabou esbarrando no goleiro Muriel, com rápida passagem pelo clube baiano em 2016, praticando defesas providenciais e sendo o grande responsável pela vitória do Fluminense por 2 a 0, diante de 17.637 torcedores no Estádio do Maracanã, em partida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Nenê e Daniel marcaram os gols do time carioca que segue invicto sob o comando do técnico Marcão, enquanto a equipe de Roger Machado completa três jogos sem vencer (um empate e duas derrotas) e vai se complicando na disputa por uma vaga no G-6, permanecendo em oitavo lugar com 38 pontos, porém, pode ver ainda São Paulo, Grêmio e Internacional abrirem distância na tabela.

 

Em um primeiro tempo movimentado, foi o Bahia quem tomou a iniciativa e logo no primeiro minuto de jogo perdeu gol INACREDITÁVEL com o meia-atacante Élber completamente SOZINHO debaixo da trave, conseguindo a proeza de perder o gol à la David. Quem não faz? Aos 19 minutos, o Fluminense abriu o placar com gol marcado pelo meia Nenê, cobrando e convertendo pênalti INFANTIL cometido pelo lateral-direito João Pedro dando uma gravata no atacante Yony González dentro da área, facilmente assinalado pelo árbitro Heber Roberto Lopes. Desorganizado em campo, o Tricolor Baiano tomou o segundo aos 44 minutos com Daniel aproveitando rebote de Douglas em chute de Wellington Nem e cabeceando por cima do goleiro.

No segundo tempo, o Bahia voltou com Arthur Caíke e Lucca nos lugares de Ronaldo e Guerra, e foi para o tudo ou nada, mas seguiu pecando com um festival de gols perdidos. Em menos de 11 minutos, foram cinco chances claras com Flávio, Lucca, Arthur Caíke, Élber, João Pedro e Gilberto. Quando não errava a finalização, parava na grande atuação do inspirado goleiro Muriel que pegou tudo e impediu qualquer tipo de reação do time baiano. Roger Machado ainda tentou a última cartada colocando Rogério no lugar de Élber, mas o cenário não mudou e o tricolor baiano na base da vontade e nesse momento já sem organização tática, não conseguiu tirar ao menos do zero do seu placar.

O Bahia jogou com: Douglas; João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Giovanni; Gregore, Flávio e Ronaldo (Arthur Caíke); Guerra (Lucca), Élber (Rogério) e Gilberto.

O próximo compromisso do Esporte Clube Bahia é novamente fora de Salvador, mas agora contra um concorrente direto na briga por uma vaga no G-6. O Esquadrão enfrenta o Grêmio, na quarta-feira (16), às 19h15, na Arena em Porto Alegre. O Tricolor Baiano só volta a jogar em casa no dia 21, contra o Ceará, em Pituaçu, já que a Arena Fonte Nova receberá um evento em homenagem à Irmã Dulce.

JOGOS DA 25ª RODADA – SÉRIE A

Sábado, 12/10
17h – Goiás 1 x 0 CSA
19h – Fluminense 2 x 0 Bahia
21h – Palmeiras x Botafogo

Domingo, 13/10
16h – Internacional x Santos
16h – Ceará x Avaí
16h – Vasco x Fortaleza
16h – Athletico-PR x Flamengo
18h – São Paulo x Corinthians
19h – Atlético-MG x Grêmio
19h – Chapecoense x Cruzeiro

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*