Chances de acesso do Esporte Clube Vitória beiram a casa do ZERO

Leão mostra que vai brigar mesmo para se manter na Série B

O Campeonato Brasileiro da Série B entrou no 2º turno na semana passada e até o seu final ainda restam 15 jogos, o que significa 45 pontos em cima da mesa para cada um daqueles que se habitarem, portanto, em tese, está complemento aberto e com chances matemáticas para todos, porém, até as maluquices que futebol é chamada pelo povo de imprevisibilidade tem lá seus limites, especialmente quando o paciente é submetido a diversos tipos de tratamentos com variados doutores (5) sem apresentar melhoras significava no seu boletim médico, nem levanta o braço ou pisca o olho.

 

O infeliz diagnóstico cabe perfeitamente ao Esporte Clube Vitória que cambaleante se arrasta na Série B sofrendo e impondo sofrimento aos seus torcedores. Campanha feia, ruim, desestimulante e sem indícios sejam aqueles sonhadores ou não, que possa obter o acesso quando a régua foi aplicada no dia 31 de novembro. Portanto, renovar o alvará de funcionamento para o exercício 2020 como clube da Série B será o maior mérito do Leão, se obtido, será um prêmio abaixo de consolação pela história e as tradições do clube.

Os números do site Chance de Gol, tradicional no estudo de probabilidades do futebol, no seu último levantamento divulgado nesta segunda-feira aponta nesta direção. Os cálculos das porcentagens abaixo levam em conta resultados dos times nos últimos 12 meses, assim como as chances de vitória em cada partida restante na competição.

Confira a probabilidade de acesso de todos os clubes da Série B neste momento

Bragantino (1.º) : 99,7%
Atlético-GO (2.º): 93,8%
Sport (3.º): 67,2%
CRB (4.º): 36,8%
Botafogo-SP (5.º): 17,1%
Operário (6.º): 9,2%
Cuiabá (7.º): 25,7%
Coritiba (8.º): 30,8%
Paraná (9.º): 4,3%
América-MG (10.º): 7,9%
Ponte Preta (11.º): 5,3%
Brasil-RS (12.º): 0,5%
Londrina (13.º): 1,4%
Oeste (14.º): 0,5%

Quase 0%
Guarani (15.º), Vitória (16.º), Vila Nova (17.º), São Bento (18.º), Criciúma (19.º) e Figueirense (20.º)

Até aqui, quatro treinadores comandaram o Vitória na temporada, sendo que três comandaram o time na Série B e fracassaram na tentativa de colocar o Leão nos trilhos certos (Cláudio Tencati, Osmar Loss e Carlos Amadeu). Agora é a vez do técnico Geninho que assume a equipe na porta do Z-4, em 16º com 24 pontos, e tentará reabilitar o Rubro-Negro.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*