Vitória enfrenta o Paraná no Barradão e pode dormir fora do Z-4 na Série B

Leão precisa vencer e secar São Bento, Criciúma e Guarani-SP

Foto: ASCOM/EC Vitória

A bola esteve em movimento dando continuidade na 15ª rodada da Série B do Brasileirão com a realização de dois jogos. No mais destacado da noite de sexta-feira, o líder Bragantino-SP, melhor mandante do torneio, recebeu o Botafogo-SP, que por sua vez é melhor visitante, no Estádio Nabi Abi Chedid em Bragança Paulista, e ambos empataram por 0 x 0. Com o empate, o Bragantino segue reinando na liderança agora aos 28 pontos. Já o Botafogo-SP, contabiliza 24 pontos e dorme na zona de classificação para a Série A de 2020, na quarta colocação, porém terá se secar três concorrentes que em condição de superar a marca de pontos obtidos pelo time do interior de São Paulo: Coritiba, Paraná e Sport que ainda atuam nesta rodada. No outro da sexta-feira, o Operário de Ponta Grossa derrotou o Vila Nova emplacando uma sequência de dois triunfos.

 

Neste sábado, será a vez do Esporte Clube Vitória que em uma situação bem para lá de complicada, encara o Paraná Clube, dentro do Estádio Manoel Barradas Carneio, que já deixou de ser fator quase determinante para os triunfos do time rubro-negro. A novidade do Leão contra os paranaenses vem do banco de reservas com a estreia agora como técnico efetivado dos profissionais de Carlos Amadeu que buscará fazer o que tentaram, mas fracassaram: Marcelo Chamusca, Cláudio Tentati e Osmar Loss.

Todos os treinadores entraram e encontraram Leão no buraco e saíram não alterando um centímetro da sua posição delicadíssima. Indicando que o problema do Leão não se limita no perfil ou no trabalho do comandante, e sim na qualidade dos comandados.

O certo é que a situação se agrava quando se observa a total ausência de qualquer perspectiva somado com uma severa desconfiança que uma simples troca de técnico possa vir para resolver a gripe violenta que o Vitória está sendo submetido. No entanto a fé e a esperança sempre foram o principio ativo de qualquer torcedor, portanto sempre haverá a crença de um recomeço e o reencontro com as vitórias mesmo em épocas em que os santos andem negando o amém.

Vencendo hoje à noite, o Leão pode dormir fora da zona de rebaixamento, contudo, será necessário que o triunfo seja complementado com um tropeço do São Bento que encara o Cuiabá, na Arena Pantanal, no mesmo horário do jogo do Vitória. No domingo é outra história: precisará torcer para que o Criciúma não vença o Sport e o Guarani não supere a Ponte Preta dentro do Estádio Moisés Lucarelli.

Para o duelo diante dos paranaenses, o treinador poderá contar com o zagueiro Everton Sena. O volante Léo Gomes, expulso diante do Brasil, em Pelotas, cumprirá suspensão. O meia Ruy, o volante Rodrigo Andrade e o atacante Felipe Garcia, segue na fase de transição e ainda como desfalques. Apesar de Amadeu não ter confirmado o time titular, a tendência é que o Leão entre em campo com: Martín Rodriguez; Matheus Rocha; Ramon, Everton Sena e Chiquinho; Baraka, Lucas Cândido e Felipe Gedoz; Wesley (Thiaguinho) , Anselmo Ramon e Jordy Caicedo.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*