Meia do Vitória garante que o atraso de salário não interfere nos jogos

"A gente não pode usar salário como desculpa", disse

Foto: Maurícia da Matta/ Vitória

O Esporte Clube Vitória vive um momento complicado, não só dentro de campo, como fora dele, diante de um forte problema financeiro que atrapalha não só na hora de competir no mercado para montar um elenco competitivo, além também da dificuldade de manter os salários em dia. No entanto, em entrevista coletiva, o meia Ruy garantiu que o atraso de salário não influencia nos jogos e que o grupo está focado em tirar o Vitória dessa situação incômoda.

 

“No momento em que vivemos, falo por mim, ninguém toca nessa questão salarial. Não está interferindo. Estamos focados em tirar o Vitória dessa situação. Sei que em algum momento ou outro vai acontecer. Se pegar dos 20 da Série A, somente cinco ou seis tem a situação financeira estabilizada. A gente não pode usar isso como desculpa, como bengala. Acho que temos que esquecer a parte extracampo, a parte financeira, e nos dedicar dentro de campo. Com as vitórias vamos nos beneficiar com outras coisas, o torcedor vai começar a nos apoiar, vai vir mais gente para os jogos e facilitar tudo para o clube”, disse.

O Leão tem 4 pontos dos 27 possíveis até aqui e ocupa a lanterna da Série B. Dos 9 jogos disputados, venceu apenas um na segunda rodada para o Vila Nova, por 2 a 1, no Barradão. De lá para cá, empatou uma e perdeu sete, a última na terça-feira passada, por 1 a 0, contra o Cuiabá, em casa. O próximo compromisso é na sexta-feira, às 21h30, contra o Criciúma, novamente no Barradão.

Deixe seu comentário

1 Comentário

  1. Como todo mundo sabe, sou torcedor do Bahia… mas conheço o jogador Rui pessoalmente, é um cara simples, fala com todo mundo, inclusive anima os torcedores do vicetória aqui, falando que está tentando, que vai dar certo. É uma pena que esteja no Vicetória!
    Se estivesse em qualquer outro time da serie B ou no Ceará, Fortaleza, CSA, já teria se destacado…

    Mas jogando no LIXO, com salários atrasados (e contratando CAICEDO – mais uma dívida futura) fica complicado.

    PAULO OVELHA NÃO ERA O SALVADOR DA PÁTRIA?!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*