Dois jogadores afastados seguem com situação indefinida no Vitória

Edcarlos é um dos jogadores ainda com situação indefinida

Foto: Moysés Suzart / EC Vitória

O Esporte Clube Vitória segue trabalhando para resolver as situações dos jogadores que estão afastados do elenco principal, mas ainda têm vínculo com o clube. Nesta terça-feira, será confirmada a rescisão do volante Dudu Vieira, que chegou em abril, atuou apenas quatro vezes e será repassado pelo Santo André ao São Bento. Também já deixaram o Leão, o volante Leandro Vilela, que foi anunciado como reforço do Vitória de Setúbal, de Portugal, o atacante Maurício Cordeiro que acertou a rescisão contratual, e o zagueiro Thales, contratado pelo Criciúma.

 

O atacante Erick e o lateral-esquerdo Marcelo Benítez tiveram contratos encerrados no fim do mês de junho, assim como Juninho e Cléber, que não tiveram vínculos renovados. Outro atleta que teve o mesmo destino foi zagueiro Gabriel Silva. O jogador foi contratado para o sub-23, mas acabou integrado ao grupo profissional com a pausa nas atividades da categoria, no início da temporada. Na sequência, foi afastado. Ele rescindiu o vínculo no dia 14 de junho.

Arroyo antecipou a rescisão do vínculo, enquanto Andrigo, emprestado pelo Internacional e titular em três partidas da Série B, foi repassado ao Figueirense. O caso é parecido com o do lateral-direito Jeferson, que estava no Rubro-Negro emprestado pela Ponte Preta, mas teve o contrato rescindido e assinou com o Vila Nova. Agora a diretoria do Vitória trabalha para resolver as situações de Wesley Dias e Edcarlos, únicos que seguem em indefinição e afastados.

 

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*