Volante do Vitória evita falar sobre atletas afastados e diz ter passado algo parecido

"não posso falar muito. Meu trabalho é lá no campo"

Foto: João Salvador

Emprestado pelo Santo André até o final da temporada, o volante Dudu Vieira concedeu entrevista coletiva na Toca do Leão nesta segunda-feira e foi perguntado sobre os jogadores que foram afastados do elenco, no entanto, evitou comentar o assunto e apenas relatou que passou um momento bem parecido quando atuava no Figueirense em 2017.

“Chego com um pensamento claro: esse é o melhor ano da minha carreira. Espero fazer um grande ano aqui no Vitória, pra chegar lá no final com o nosso objetivo, que é o acesso e se possível o título. Sobre os afastados, não posso falar muito. Meu trabalho é lá no campo, é me empenhar, trabalhar, para poder dar essas vitórias para a torcida e para o clube. Passei um momento bem parecido no Figueirense em 2017, mas a gente tem que procurar trabalhar”.

 

O jogador também falou sobre a Série B, única competição que restou ao Vitória na temporada e estreia no dia 27 de abril (um sábado), às 16h, contra o Botafogo-SP, no estádio Santa Cruz. Dudu frisou que a Série B está nivelada e o time precisa não errar.

“É muito nivelado. Temos que ter erro zero, trabalhar para ser muito eficiente nos jogos. Vitória é um clube grande. Espero fazer um grande ano aqui e que no final a gente consiga o objetivo que é o acesso e, se possível, o título. O trabalho é lá no campo”.

Ele também falou sobre o grupo atual do Leão: “O que posso falar é que o grupo é bom. Por incrível que pareça, os resultados não mostram isso. O grupo é bom de trabalhar. O professor Tencati tem umas ideias de trabalhar totalmente diferente. A gente tem que amadurecer mais.”

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*