Flamengo quer Eric Ramires para liberar lateral que interessa ao Bahia

Clube carioca estuda adquirir parte dos direitos de Ramires

Não é novidade para ninguém que o Esporte Clube Bahia está buscando ao contratação de um lateral-direito desde o início do ano, porém, não tem sido fácil. Vários nomes já foram especulados, caso de Daniel Guedes, do Santos, e Léo, que jogou em 2018 pelo Fluminense. O novo alvo da diretoria tricolor é o lateral-direito Rodinei, que pertence ao Flamengo, no entanto, a direção rubro-negra não tem interesse em liberar o jogador, a não ser que o meia Ramires seja incluído no negócio.

Segundo informações do site Globoesporte, o Flamengo manifestou interesse no meia Eric Ramires, de 18 anos, e aceita utilizar Rodinei como moeda de troca. O clube carioca estuda adquirir parte dos direitos econômicos do jogador. O Bahia, que tem 100% do passe, avalia em € 10 milhões (cerca de R$ 43 mi), mas os números assustaram a cúpula rubro-negra.

O Flamengo tentou inicialmente um empréstimo com valor de passe fixado, porém, o Bahia recusou esta possibilidade. Ainda segundo o GE, não é a primeira vez que o Bahia manifestam interesse em um jogador do Flamengo para posição. No início da temporada, houve procura por Pará, que não evoluiu. As conversas por Ramires são conduzidas por Bruno Spindel.

 

O jovem teve o nome especulado no cenário europeu após boa participação na reta final do Brasileirão do ano passado, mas o Bahia não recebeu proposta oficial. Na última terça-feira, representantes do Arsenal observaram sua atuação contra o CRB, pela Copa do Brasil. Responsável pela gestão da carreira de Ramires, o empresário Paulo Pitombeira não comenta o assunto.

Eric dos Santos Rodrigues, que ficou conhecido por Ramires por parecer com o jogador que hoje atua no Jiangsu Suning, foi promovido ao elenco principal do Bahia após chamar a atenção do técnico Enderson Moreira atuando pelo time Sub-23 no Brasileiro de Aspirantes. Estreou entre os profissionais sendo titular no duelo contra o Sport-PE no ano passado, em que o Bahia venceu por 2 x 0, na Fonte Nova, e desde então se firmou entre os titulares. Marcou seu primeiro gol no triunfo por 2 x 1 diante do Botafogo, pela Copa Sul-Americana. Em 2018, fez 15 partidas e dois gols, sendo titular absoluto do time no segundo turno do Brasileirão.

Este ano tem sido atípico para Ramires. Sem férias, ele defendeu a seleção brasileira no Sul-Americano da categoria. Ele retornou ao Bahia já com as competições em andamento e reconquistou o status de titular. No ano passado, ele renovou contrato com o Bahia até o final de 2022.

Deixe seu comentário

9 Comentário

  1. Esses times do sul se acham, esse Flamengo estudando comprar parte dos direitos pra levar, tentando enganar q o jogador vai se valorizar e ter mais visibilidade, ora bostas!o jogador já tá no radar do futebol europeu faz tempo sem precisar dessa merda q só vai desvalorizar pq não vai jogar, na sua posição tem vários jogadores, o q eles querem é lucrar nas costas do Bahia pq sabem q ele vai pra Europa, se eu sou o presidente se tem clubes de fora interessados e chegar propostas q agrade vendia p fora mas não iria fortalecer os adversários e muito menos dar renda pra quem o tempo todo recebem milhões e milhões a mais nos contratos e n tem competência pra ganhar uma competição de respeito, a n ser a merda q chamam de estadual. N tem vergonha de pedir Ramires pra liberar um jogador fraco e limitado mais um como o nino q n sabe nem cruzar uma bola.

  2. Se Eric Ramires não sair do Bahia este ano, esta mesma parcela da torcida que esta dizendo que ele é super-craque, sera a mesma parcela que exigira a saida dele em breve. Se trata de um bom jogador, com um bom futuro pela frente, mas longe de ser o super craque que alguns querem atribuir ao garoto. Parte da torcida do Bahia é imediatista, e não tem revelação que consiga atender as expectativas exageradas de alguns.

    • Concordo com você Marcelo! Mas que ele seja vendido por um preço justo e preferencialmente para a Europa, restando um percentual ao Bahia em caso de venda futura.

      Vender para um time do Brasil de forma parcelada não acredito ser uma boa opção, porque você acaba fortalecendo um adversário; e futuramente podem querer mandar um jogador tão medíocre quanto guilherme.

    • Engraçado, é você supor isso e com base no seu devaneio julgar ser fato verídico.

      Amigo, em momento nenhum diz que o Bahia sequer abriu conversa, quanto mais assinalou alguma possibilidade dessa troca de jogadores absurda. Com todas as vênias, não deixe seu coração tomar conta ao invés da razão, antes de escrever, leia e releia, pense, formule e exponha.

  3. O BAHIA TEM UM LATERAL DIREITO FRACO agora quer trazer um igual ou pior…o flamengo que trocar Rodinei por Ramires jogador jovem de seleção

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*