Antes de acertar com Cláudio Tencati, Vitória procurou Carlos Amadeu

Treinador revelou ter recebido um convite da diretoria do Leão

Após demitir o treinador Marcelo Chamusca, o Esporte Clube Vitória agiu rápido e um dia após, anunciou a chegada de Cláudio Tencati, que teve seu maior destaque comandando o Londrina durante sete temporadas seguidas onde conquistou o título da Primeira Liga em 2017, além de acessos nas divisões nacionais. No entanto, antes de acertar com o treinador, a diretoria do Leão procurou um nome conhecido da torcida rubro-negra: Carlos Amadeu.

Depois de fracassar no Campeonato Sul-Americano Sub-20, Carlos Amadeu deixou o comando da Seleção Brasileira Sub-20 em fevereiro e voltará a trabalhar com o futebol profissional em 2019. O próprio treinador revelou em entrevista ao Correio, ter recebido um convite do Vitória para assumir o lugar de Marcelo Chamusca, no entanto, estava no meio de um intercâmbio na Europa e o clube queria um técnico para assumir de imediato.

“O presidente (Ricardo David) e Chico (Salles, vice-presidente) me ligaram quando eu estava lá na Europa, no meio de um intercâmbio. Disse a eles que já tinha assumido esse compromisso e não tinha como voltar de imediato. Como eles queriam um técnico para assumir rapidamente, eles não puderam aguardar”, explicou.

 

“Quando fui à seleção, o Vitória achou por bem não rescindir o contrato. Me deu uma licença para que eu ficasse a serviço da seleção, sem vencimentos. Quando acabasse o meu contrato com a CBF, eu retornaria ao clube. Foi o que fiz: quando deixei a seleção, fui lá conversar com Ricardo e Chico. Eles me perguntaram o que eu queria no momento, e eu disse que era o futebol profissional. Eles estavam com o Chamusca na época, não queriam trocar e eu também não queria o lugar de Chamusca. Eu disse que tinha a ideia de ir à Europa, estudar. Eles me disseram para ir e no retorno voltar a conversar. É o que vou fazer”, completou.

No seu período nas divisões de base da Seleção Brasileira, Carlos Amadeu foi campeão sul-americano Sub-17 e terceiro colocado no Mundial da categoria, em 2017. Ele assumiu o Sub-20 no início do ano passado. O treinador, de 53 anos, é natural de Salvador e começou no Vitória entre 1992 e 1995. Retornou para a Toca do Leão em 2009. Ele trabalhou em todas as categorias de base do Leão e ganhou notoriedade no Sub-20, quando conquistou diversos títulos, entre eles o da Copa do Brasil de 2012.

 

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*