Enderson tenta explicar derrota para o Sergipe e fala sobre situação no cargo

"No momento que acharem que não é mais interessante, só tenho que respeitar"

Após mais um vexame protagonizado pelo Esporte Clube Bahia, dessa vez ainda pior já que foi derrotado por um time que até então figurava como o PIOR da Copa do Nordeste e sem pontuar um jogo sequer antes de vencer o tricolor por 1 a 0 em plena Arena Fonte Nova, o técnico Enderson Moreira tentou explicar a derrota para o time sergipano e falou sobre sua situação no cargo.

“É claro que é uma grande decepção para todos nós. Mais do que o resultado, foi uma atuação muito abaixo, mesmo tendo criado várias oportunidades. O Bahia tem um dos melhores diretores de futebol do Brasil, tem um presidente e um vice-presidente que pensam muito no clube. No momento que eles acharem que não é mais interessante, eu só tenho que respeitar. Então estou sempre tentando fazer o meu melhor e acho que essa é minha consciência”, disse.

O comandante também falou sobre o comprometimento do grupo.“Eu posso assegurar para vocês que o Bahia tem um grupo que trabalha muito. Eles estão muito imbuídos no objetivo do clube e o ambiente nosso é sempre muito. É claro que o Bahia fez um grande investimento nesse ano, a expectativa é enorme, só que isso demanda tempo. Mas eu posso garantir que os atletas estão comprometidos com o Bahia acima de tudo”, declarou

O treinador também respondeu sobre aspectos positivos e negativos do seu trabalho nesse início de 2019.

“Eu vejo algumas coisas boas. Eu vejo sempre que o Bahia é uma equipe que comanda o jogo, que cria sempre as melhores situações e criar muito mais situações que os adversários. Isso eu acho positivo. O negativo é que a gente não consegue fazer com que essas oportunidades criadas possam se transformar em gols e isso faz com que a gente tenha resultados muito aquém daquilo que a gente tem como expectativa”, afirmou.

Confira a entrevista completa abaixo:

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*