Equilíbrio: Bahia e Botafogo estão empatados no histórico de confrontos

Ambos se enfrentam nesta quarta pela Sul-Americana

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Bahia e Botafogo voltam a se enfrentar nesta quarta-feira (03), às 21h45, agora no Estádio Nilton Santos em duelo válido pelos últimos e decisivos 90 minutos das oitavas de final da Copa Sul-Americana. No jogo de ida, o Esquadrão levou a melhor e venceu por 2 x 1. Com isso, joga pelo empate no Rio de Janeiro. O time carioca precisa vencer por 1 x 0 para avançar direto ou devolver o 2 x 1 para levar para os pênaltis. Se vencer por 3 x 2, a classificação é do tricolor pelo critério do gol qualificado.

No histórico geral de confrontos entre Botafogo e Bahia, ambos já se encontraram 61 vezes, entre competições oficiais e amistosos. O Tricolor venceu 20, perdeu 20 e empatou outros 21 jogos. Marcou 62 e sofreu 71 gols.

Em Brasileiros, foram 40 jogos e há equilíbrio: 14 triunfos do Bahia, 12 do Botafogo e 14 empates. O alvinegro marcou 47 gols e o Bahia, 44. Jogando no Rio de Janeiro foram 19 partidas oficiais. O Botafogo venceu seis, o Bahia, quatro e houve nove empates. O time carioca marcou 27 gols e o tricolor, 20.



A primeira partida oficial entre as equipes ocorreu no dia 17 de outubro de 1963, pela semifinal da Taça Brasil. Na Fonte Nova, o Tricolor venceu por 1 a 0, gol do atacante Miro. Na ocasião, o Bahia eliminou o adversário e fez a final contra o Santos, mas o time da Vila Belmiro acabou ficando com o título.

No Brasileirão de 2017 foram dois triunfos para o Botafogo: 2 a 0, no estádio Nilton Santos, e 2 a 1 na Fonte Nova. Este ano as equipes se enfrentaram no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Na Fonte, a partida terminou 3 a 3, com gols de Régis, Vinicius e Allione (Bahia); Kieza (2) e Léo Valencia (Botafogo). Além do primeiro jogo da Copa Sul-Americana, com triunfo tricolor por 2 x 1 com gols de Ramires e Clayton. Pimpão fez para o Fogão.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*