Vitória brilha, bate o Vasco da Gama e sobe na tabela de pontuação

Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória

O Vitória vinha de três bons resultado, enfrentou o Vasco da Gama que ao contrário do Leão, desembarcou em Salvador carregando na sacola uma seqüência de três derrotas, no entanto, o time carioca endureceu a partida, criou dificuldades, fez o torcedor do Leão sofrer e colocar em duvida o quase imperioso triunfo, mas no final de 90 minutos, deu Leão que com um gol de Erick aos 27 minutos já do segundo tempo venceu pelo placar de 1 x 0. Resultado perfeito, ideal, e, sobretudo, necessário que chegou para abrigar o Leão numa posição longe da agonia e das aflições que já por dois anos persegue torcedor rubro-negro.

Com o resultado, o Vitória supera o Bahia e Atlético-PR e agora com 29 pontos sobe para a décima primeira posição, a sua melhor colocação no atual Campeonato Brasileiro, e o melhor, coloca cinco pontos além do Sport-PE, o primeiro listado entre os piores, que não deixa ser um avanço magnífico que deve ser creditado em parte a chegada do técnico Paulo César Carpegiani que consertou a defesa rubro-negra gerando como consequência, o fechamento da torneira das derrotas e na base do 1 x 0 chorado vai avançando na tabela de pontuação e  ampliando para 4 o número de jogos de invencibilidade sem levar gols.



Vitória e Vasco fizeram um primeiro tempo entediante e de poucas emoções no Estádio Manoel Barradas Carneiro, algo já esperado pelas escalações dos dois times, ambos utilizando três volantes para povoar o meio de campo. O Leão, contando com os retornos de Marcelo Meli e Neílton, teve sua melhor chance na cabeça do garoto Léo Gomes, desviando na pequena área e obrigando Martín Silva a defender à queima roupa. Já o Cruzmaltino ameaçou com um cabeceio de Luiz Gustavo e um chute de fora da área de Desábato. No entanto, sem eficiência nas finalizações, o primeiro tempo terminou com o placar zerado fazendo jus ao que foi apresentado em campo.

No segundo tempo, o jogo ficou mais aberto e as equipes foram mais incisivas diante da necessidade de vencer a partida. Aos 20 minutos, o Vasco chegou perto do gol numa blitz iniciada por Andrés Rios que cruzou para Yago Pikachu acertar a trave. No rebote, o lateral dominou e finalizou para grande defesa do goleiro Ronaldo, que chegou ao seu QUARTO jogo sem sofrer gol (Atlético-MG, América-MG, Fluminense e Vasco), provando que Carpegiani conseguiu a arrumar a cozinha rubro-negra que andava bagunçada e carregava o posto de pior defesa do Brasileirão.

Quem não faz? Após a chance desperdiçada pelo Vasco, o Vitória aproveitou o cochilo defensivo do adversário e abriu o placar com o atacante Erick recebendo passe de Léo Gomes nas costas da defesa e tocando no canto para matar o goleiro Martin Silva e decretar o triunfo rubro-negra.

Agora na seqüência do Campeonato Brasileiro o Leão terá como adversário, o Ceará no técnico Lisca em jogo que acontece no próximo sábado às 16 horas, no Castelão, em Fortaleza pela 25ª rodada. O Ceará completou hoje à tarde seu terceiro jogo seguido de invencibilidade ao empatar em 0 x 0 com o América-MG no Estádio Independência, no entanto, continua mantido na 18º posição, mas agora com 24 pontos na tabela, mesma pontuação do Sport, 17º colocado, e do Vasco, 16º, primeiro time fora do Z4. Para o jogo, o Leão não poderá contar com Erick apenado com o terceiro cartão hoje à noite no Barradão.

Deixe seu comentário