Veja o vídeo: Preso e liberado, atacante Walter dá sua versão dos fatos

Após ser preso nesta sexta-feira acusado de ameaçar com uma arma de brinquedo funcionários da Eletrobras, que foram até a residência do jogador para cortar a energia, o atacante Walter prestou depoimento na Central de Flagrantes no bairro do Farol, em Maceió, e foi liberado, de acordo com informações de integrantes da polícia.

De acordo com informações da polícia, a equipe da Eletrobras teria ido ao local, um apartamento na Ponta Verde, para realizar corte no fornecimento de energia. Ao saber do fato, o jogador teria mostrado a arma de brinquedo. Assustado, o funcionário da Eletrobras acionou a polícia.

Horas depois do ocorrido, a diretoria do CSA emitiu uma nota oficial lamentando o fato com o jogador e informando que irá se reunir com ele e os representantes na próxima segunda (3) para avaliar a situação. Em entrevista ao G1, Walter afirmou que a conta de energia já estava paga e negou que tenha ameaçado, apontado a arma para os funcionários ou simulado que ela era de verdade.

Veja o vídeo abaixo:



Deixe seu comentário